Fora de Série

«Elementary»

Fora de Série2012

As séries policiais enchem as grelhas de programação das emissoras americanas. São inúmeros os exemplos, contudo, fica clara a pouca diversidade de conteúdos. Por incrível que pareça, este acaba por ser, porém, um dos géneros de séries mais acarinhados não só pelo público, que obviamente continua fiel a esta temática excessivamente explorada, como também pelas emissoras, que continuamente apostam neste tipo de produto televisivo. Após uma vasta panóplia de spin-offs de séries como «CSI», «NCIS», e «Criminal Minds», a CBS, mantém-se novamente leal a séries policiais, e aposta desta vez em «Elementary».

Quando se fala em investigação criminal, a primeira coisa que vem à cabeça é, possivelmente, a famosa dupla, Sherlock e Watson, personagens criados pelo escritor britânico Sir Arthur Conan Doyle. Assim, a nova série volta novamente a explorar estes já conhecidos personagens. Contudo, desengane-se quem pensa que «Elementary» será mais um produto televisivo adaptado integramente da obra literária. Esta é, porém, uma versão meramente inspirada na conhecida história policial britânica, são várias as diferenças.

 

 

«Elementary» acompanha Sherlock Holmes (Jonny Lee Miller), um antigo consultor da Scotland Yard, que após ter frequentado uma clínica de reabilitação em Nova Iorque, devido a problemas associados a drogas, vê-se forçado pelo seu pai a viver com a Dra. Joan Watson (Lucy Liu), uma ex. cirurgiã, que atualmente trabalha como «companheira de sobriedade», alguém que segue de perto o difícil período inicial do ex. drogado de volta à sua vida quotidiana, e ainda garante que este se mantém no caminho livre de drogas. Entretanto, Holmes mantém-se em Nova Iorque, e entra em contacto com um antigo colega, o Capitão Tobias Gregson (Aidan Quinn) do departamento policial de Nova Iorque, para retomar o seu trabalho como detective consultor.

Apesar das óbvias diferenças, comparativamente à versão literária, a premissa continua a ser exactamente a mesma. Em cada episódio Holmes depara-se com um novo crime, e através do seu apurado sentido de observação e dedução, e também com uma pequena ajuda de Watson, chega até ao verdadeiro culpado.

A dinâmica desta dupla é, portanto, um pouco diferente do que se está habituado. Espero, porém, que a troca de sexo do parceiro de Sherlock não leve os escritores a caírem na tentação de criarem uma espécie de romance entre os dois.

Confesso que fiquei seriamente desapontada com a personagem de Lucy Liu. A atriz parece-me, infelizmente, pouco dinâmica nas suas prestações. Por mais que me esforce não consigo ver qualquer diferença no seu estilo de interpretação, isto considerando outros projectos de Lucy Liu. Fica, na minha opinião, bem aquém do que a personagem requer. Por sua vez, Jonny Lee Miller não desilude completamente como Holmes, porém, está longe de ser a minha caracterização favorita do personagem. Dificilmente suplanta a fantástica interpretação de Robert Downey Jr. nos dois filmes adaptados da mesma obra, e dirigidos por Guy Ritchie. Mesmo no âmbito de séries já existentes no panorama televisivo, tenho que referir que prefiro ainda assim a série produzida pela BBC, intitulada «Sherlock».

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=6YvuZ4Msh50]

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close