Fora de Série

Camelot

Fora de Série está de volta. Esta semana vai contar com uma análise da série do canal de cabo americano Starz que estreará durante o mês de Abril nos EUA. Essa série chama-se Camelot. Assim, esta será uma crónica mais de expectativa e, ainda, com algumas dúvidas acerca do desempenho e conteúdo de Camelot. Mas tendo em conta que metade do primeiro episódio já foi dado a conhecer, vamos tentar perceber o que se pode esperar desta série.

Camelot conta a história da lenda do Rei Artur. Devido à inesperada morte do rei britânico Uther (Sebastian Koch), Merlin (Joseph Fiennes) prevê o caos em que a Grã-Bretanha se vai tornar após o óbito do seu rei e vai à procura do filho ilegítimo que o rei teria deixado para trás. É aí, então que ficamos a conhecer Arthur (Jamie Campbell Bower), um jovem simples que descobre que tem um destino muito maior pela frente. Terá de restituir a ordem ao seu país e, para isso, tem a ajuda de várias pessoas sobre as quais não tem grande confiança. Por outro lado, também a sua irmã de sangue, Morgana (Eva Green), não aceita que seja Arthur a assumir o trono deixado pelo seu pai, pois acredita ser ela que o deve assumir, por ser a única filha legítima do rei. Assim, se inicia uma luta pelo poder máximo do reinado britânico e que dá o mote para os dez episódios da primeira temporada.

O que pode esperar de Camelot? Veja com os seus próprios olhos um trailer alargado.

Esta série marca a continuação da aposta em séries de fantasia e ficção científica por parte do canal Starz. Após o êxito de Spartacus, chega-nos, agora, Camelot por um dos criadores do também sucesso, The Tudors (Showtime), Michael Hirst.

Quem é quem?

Apesar de ainda existirem poucas informações acerca da série e das suas personagens, importa fazer uma breve descrição daqueles que se destacam.

Arthur: é um jovem modesto que acaba por ser apanhado de surpresa ao descobrir que é o filho ilegítimo do rei britânico. Ainda assim, segue Merlin para cumprir o seu destino, conseguindo alcançar o trono e trazer alguma paz e justiça ao povo. Em termos de expectativas, acho que esta personagem terá muito para crescer e enriquecer-se, fazendo a transição de um rapaz algo temeroso para um homem adulto e seguro de si.

Morgana: trata-se da filha legítima do rei e meia-irmã de Arthur. Desconhecendo a sua existência fica inconformada com a possibilidade de Arthur vir a reclamar o trono do país. É então que inicia uma batalha para ser ela a ser declarada a rainha. Uma mulher sem escrúpulos que não olha a meios para alcançar os seus fins. Esta deverá esconder muitos segredos e que poderemos ficar a conhecer ao longo da série, mas se assim não for, creio que será apenas mais uma vilã cruel.

Merlin: é um homem misterioso que ajudou o rei a esconder o filho ilegítimo, mantendo-o protegido e proporcionando-lhe uma vida normal junto de uma família modesta. Este sim, creio ser a chave da série, esconderá, certamente, muitos segredos, muitas mentiras, talvez alguns objectivos menos éticos ou, simplesmente, aquele que apoiará e incentivará Arthur a reclamar aquilo que é devidamente seu.

Existindo mais personagens, creio que estas três serão as principais, pelo menos de acordo com aquilo que foi possível ver no primeiro episódio. Expectavelmente, haverá entre elas, relações de grande desconfiança, ódios e, quem sabe, outros sentimentos mais inesperados. Resta aguardar para perceber tudo isso.

Por que não devo perder esta série?

Essencialmente, para quem gosta de ficção científica e séries épicas (parece que é!) é mais uma a não perder. Espera-se que tenha um pouco de tudo, em particular, muitas aventuras, romance e até humor. Por se tratar de uma série com apenas 10 episódios, é expectável que a acção se desenvolva rapidamente, não perdendo tempo com storylines que pouco contribuem para o desenvolvimento geral da série. Creio ser uma mais-valia e tornará Camelot ainda mais interessante.

O que podia ser melhorado?

Como ainda pouco se conheceu de Camelot, apenas me vou referir a alguns receios que tenho. Primeiro, a respeito dos actores, parecem-me estar todos bem, com excepção de Jamie Campbell Bower (Arthur). É preciso que ele consiga transparecer as emoções que sente, mas que consiga ser seguro de si, forte e corajoso. No entanto, concordo que neste primeiro episódio ainda não era suposto ter estas características, vamos aguardar para ver a evolução da sua personagem que, confesso, é um dos aspectos que mais me deixa na expectativa.

Em segundo lugar, aquilo que é hábito nas séries da Starz espero que também não se confirme, isto é, serem baseadas em sangue e seios. Por mais que devam estar incluídos neste tipo de séries, espero que não se tornem demasiado gratuitos e despropositados.

Despeço-me, então, com elevadas expectativas para Camelot. Até ao próximo Fora de Série.

Diana Casanova

 

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close