Falar Televisão

Vem aí «Fina Estampa»!

Começou ontem a promoção a «Fina Estampa». A novela da Globo, escrita por Aguinaldo Silva (autor de «Roque Santeiro», «Senhora do Destino» e «Duas Caras», entre outras), é a próxima produção a chegar à SIC. O horário em que vai para o ar ainda não é conhecido, mas desconfia-se que esteja escolhida a substituta de «Morde & Assopra». E, quanto a mim, o horário das 19:00 é a melhor opção.

No Brasil, «Fina Estampa» foi a substituta de «Insensato Coração», mas por cá o seu destino será outro. E concordo. «Fina Estampa» é um «novelão» e não faz sentido ter uma «novela das 9» a ir para o ar às 23:55, num horário onde o consumo é o mais baixo do horário nobre. Aliás, se olharmos para os atuais números, «Morde & Assopra» (que vai para o ar, habitualmente, às 18:40) é mais vista que «Insensato Coração» (que vai para o ar por volta das 23:55). E «Fina Estampa» é novela que merece ser vista pelo maior número de público! Para a faixa das 23:00 pode ir uma «novela das 6» da Globo que, ao longo da história da SIC, marcaram presença naquele horário da estação (na altura em que a estação de Carnaxide tinha duas novelas brasileiras em horário nobre; mais recente, antes de «Insensato Coração», a SIC teve «Araguaia» naquele horário e esta é uma «novela das 6» da Globo).

A última vez que a SIC exibiu uma «novela das 9» da Globo fora do horário nobre foi há mais de 10 anos, quando passou a novela «Por Amor» também às 19:00 (na época, apelidada no Brasil de «novela das 8»). Agora – ao que tudo indica! – vai voltar a repetir a mesma estratégia. Tendo em conta que «Morde & Assopra» é líder no horário e conquistou os portugueses, com o fim desta novela a SIC tem a difícil missão de manter a boa audiência e não deixar o público fugir. E «Fina Estampa» é a novela forte que poderá continuar a agarrar o público à estação.

Se formos a ver, «Fina Estampa» até tem algumas semelhanças com «Morde & Assopra»: a começar pela protagonista «Griselda», batalhadora, cujo filho esconde a identidade da mãe ao tentar casar-se com uma rapariga rica (a lembrar a «Dulce» e o filho «Guilherme» de «Morde & Assopra»), até ao «Crô», empregado da vilã «Tereza Cristina», um homossexual cómico (a lembrar o «Áureo» de «Morde & Assopra»). Depois, «Fina Estampa» é uma novela popular, com cenas descontraídas, algumas até passadas na praia (não esquecer que esta novela vai ser exibida durante o verão, em Portugal); claro que tem cenas mais pesadas, principalmente as atitudes da vilã da história, mas mesmo esta também «arrancará» gargalhadas aos telespectadores quando fizer dupla com o seu empregado «Crô» (que, certamente, também conquistará os portugueses, tal como conquistou o público brasileiro).

Para os mais distraídos, «Fina Estampa» é a novela que marcou a estreia do ator português Paulo Rocha em terras de Vera Cruz. O ator deu vida ao português «Guaracy» da novela, uma personagem de destaque que terá um percurso ascendente na história. Ter o ator numa das suas novelas era uma vontade do autor Aguinaldo Silva, que já o tinha demonstrado quando o viu atuar na novela «Vingança» da SIC (e que, de lá para cá, reforçou sempre essa sua vontade, até Paulo Rocha receber o convite para atuar nesta novela da Globo).

«Fina Estampa» terminou há quatro semanas no Brasil, tendo sido já exibida na sua totalidade. A SIC tem um vasto leque de novelas da Globo para exibir (cada vez se acumulam mais, ainda para mais agora quando a estação extinguiu um dos horários em que exibia novelas, o horário das 18:00), mas optou por estrear aquela novela recente (que fez sucesso no Brasil e subiu as audiências do horário da estação). A meu ver, fez uma boa opção, apesar de ter outras novelas mais leves que, por cá, terão grandes hipóteses de convencer os telespectadores. Mas, com «Fina Estampa», é jogar pelo seguro. E, nesta altura do campeonato, há riscos que não se podem correr!

  • anon

    Só me pergunto quem irá querer ver uma novela low-cost de um canal da concorrência, quando se a Sic vai ter uma novela dessa envergadura que é “Fina Estampa”…

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close