Falar Televisão

Vem aí «a novela do ano»!

O título desta crónica é curioso e até um tanto confuso… Seria mais confuso se «Louco Amor» não tivesse estreado! Porque, afinal, de qual «novela do ano» me estou a referir? A «Louco Amor» ou a «Dancin’ Days»? Tendo em conta que «Louco Amor» já chegou à TVI e «Dancin’ Days» é que «está a chegar», estou então a referir-me à nova novela nacional da SIC. E como a promoção pode ser vital para o sucesso inicial de uma novela, olhemos para a promoção de «Dancin’ Days» que agora arrancou!

Comecemos pela «ironia do destino» (ou não!), a denominação «novela do ano». A TVI promoveu com essa expressão a novela de Tozé Martinho, «Louco Amor» (que estreou no passado domingo), e a SIC, talvez por picardia, respondeu da mesma forma (e, curiosamente, promove «Dancin’ Days» com a mesma expressão, tendo até lançado a promoção massiva no dia de estreia da nova novela da TVI). Parece que encontraram agora esta expressão para se promover uma novela! É que se fosse uma novidade, mas não… O que vale é que não é uma expressão que faz a novela (seja ela qual for); a novela, sim, tem que ter potencial para se tornar na «novela do ano». E isso só tempo o dirá (em relação a qualquer ficção)!

A promoção lá chegou. Alguns já andavam ansiosos, até porque, inicialmente, se falou que a novela chegaria em maio. Mas, afinal, não estreia este mês! E, como tendo vindo a ser hábito na SIC no que toca à promoção da ficção nacional (que dura habitualmente um mês), «Dancin’ Days» só viu as suas promos no ar no passado domingo. E, sinceramente, valeu a pena a espera. Logo para começar, surgiram duas promos, juntamente com um separador (promoção à novela que surge sempre que a SIC vai para intervalo); as promos são boas, dão logo a entender a história central, têm emoção, são apelativas. Cativam logo o telespectador. E é isso que se espera de uma promoção que tem como objetivo pôr no topo, logo desde o início, uma novela.

Se se esperava que a promoção se estabilizasse e que, dia após dia, surgissem sempre as mesmas promos, eis que a SIC surpreende: em quatro dias, há quatro promos diferentes. Conseguem pôr logo «a um canto» qualquer promoção feita a uma novela! A estação supera-se a si e supera qualquer promoção feita noutra estação (no que toca a promoções feitas antes de uma novela estrear). E não são meras promos: à medida que vão surgindo, vão melhorando. A terceira promo, que invoca o Emmy ganho com «Laços de Sangue», tem o objetivo de mostrar o caminho que a SIC traçou e que agora pretende continuar (ou seja, mostrar que esta nova novela será como a outra que iniciou a coprodução entre a SIC e a TV Globo na criação de novelas), para além de ser mais geral e mostrar outras personagens e os décors da novela; a quarta promo (já disponível no site da SIC) é mais emotiva, está bem estruturada, com um texto brilhante em voz off que se enquadra com a música de fundo (para quem se lembra, esta promo vai ao encontro, quanto a mim, das excelentes promos que a SIC fez à novela «A Favorita», há uns anos, quando a novela da TV Globo entrou na sua reta final).

A quarta promo é soberba. É impossível não se ficar agarrado a ela quando se vê. Mas a questão é se as pessoas vão ficar agarradas à história. Será que é difícil não se ficar viciado na novela quando estamos perante uma mulher condenada injustamente (papel de Joana Santos), que regressa para conquistar a filha (papel da estreante Joana Ribeiro) criada pela própria irmã (papel de Soraia Chaves) que deveria ter sido presa? Será que o público terá dificuldades em se comover com a história destas duas mulheres? O objetivo destas quatro promos iniciais é dar os portugueses o mote inicial da novela, o drama que promete envolver os telespectadores… e, se tal não acontecer, é meio caminho andado para condenar o arranque da novela.

A promoção está no início e ainda muitas mais promos deverão surgir. Isso é o que se pode concluir, tendo em conta que a promoção à novela será de cerca de um mês (a estreia está marcada, segundo apurou A Televisão, para o dia 4 de junho)! Não duvido da sua eficácia (tendo em conta as promos iniciais), mas é importante continuarem a investir e a promover outros núcleos e outras personagens (que, acredito, surgirão com o tempo e de forma faseada). Até porque o elenco é bom e a história promete! Obviamente que a promoção não é tudo, mas ajuda; ela é a alavanca e é o que dá destaque ao desenrolar da história. E, até ao momento, não está a defraudar. Vamos lá ver se depois a novela será tão boa quanto a promoção, se esta é mesmo «a novela do ano» ou se, pelo contrário, estaremos a «comer gato por lebre»!

  • Anónimo

    Não me lembro de ler um artigo assim para “Louco Amor”! Pois, não é da SIC…

    • anon

      Não houve?!?!?
      O que não faltou foi comentarem constantemente os adiamentos “da melhor novela de sempre”…

  • anonimo

    o louco amor e a doce tentação tiveram 4 teasers mais 4 promos cada.Não é referido no texto acima…Estranho.

  • LAURINDAMARQUES

    Revela uma paixão pela sic o senhor q escreveu este artigo ! Diria antes como titulo ” a promoção à SIC”

    • Duarte

      E Depois só exitem SIC fanáticos e nao TVI fanaticos …
      Curem-se todos aqueles que defendem que a ficção da TVI é boa. Enganam-se, já foi boa. 

  • Anónimo

    Apenas um Ataque de Nervos na SIC….

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close