Falar Televisão

Troca a cassete e dá o mesmo

 

Com uma promoção fraca, um pouco ao estilo do que é habitual nos ecrãs do canal de Queluz de Baixo em formatos deste tipo, lá estreou Vídeo Pop, o novo programa das tardes da TVI. Marcava o relógio 18h15 quando Nuno Eiró e Leonor Poeiras iniciaram a emissão.

Logo sobressaiu o estúdio, interessantíssimo, do ponto de vista da iluminação e do estilo Diário da Manhã, talvez por ter lá a conhecida apresentadora, que outrora deu a cara pelo informativo das manhãs da TVI. O cenário está bem conseguido, com bons planos, quer de Leonor Poeiras, quer de Nuno Eiró, mas, no essencial Vídeo Pop é mais do mesmo.

Não, não pensei no Gosto Disto!, talvez porque raramente acompanhei o programa da SIC, mas logo de início me veio à cabeça, sobretudo pela forma como os vídeos são apresentados, o extinto k7 Pirata, que Nilton fez na SIC.

A dinâmica da dupla é interessante, mas o conteúdo é de bradar aos céus. Pelo menos nesta primeira emissão foi. E acredito que vá continuar a ser. Os resultados, não se esperam muito elevados, mas Vídeo Pop acaba por ter algumas diferenças face a outros programas deste horário. Pelo menos não é um game-show.

Acredito que dure o verão todo. Mas há algo de que não tenho dúvidas. Mal acabou a emissão pensei “é mesmo troca a cassete e dá o mesmo”.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close