Falar Televisão

Teresa e os segredos

E, pronto, acabou a especulação. Teresa Guilherme é mesmo a sucessora de Júlia Pinheiro em Secret Story. Sem surpresas para uns, curioso para os mais atentos, um autêntico tiro certeiro para os fãs, certo mesmo é que esta é a melhor escolha. É claro que os responsáveis da TVI poderiam sempre seguir o caminho mais fácil e optar por alguém da casa, mas sem sombra de dúvidas que o regresso à televisão da eterna “santa casamenteira” é um grande golpe de marketing.

O que esperar desta estratégia? Muito, muito sucesso. Não tenho dúvidas de que a apresentadora vai ser um dos motivos para o sucesso da nova temporada de Casa dos Segredos. Mas será que é o suficiente para fazer esquecer a primeira? Primeiro do que tudo, é interessante a forma como a TVI abordou a situação.

Jornais e revistas escreveram que era ela a escolhida, os responsáveis de Queluz de Baixo “não confirmaram, nem desmentiram” e a própria, numa atitude que bem a carateriza, fez bluff e negou ter sido convidada. Mais, foi mesmo ela quem confirmou, em primeira mão, que era a escolhida. Em entrevista à Lux, claro, prometeu fazer “diferente” de Júlia Pinheiro e apontou falhas à antecessora, reconhecendo, contudo o excelente trabalho por esta desenvolvido. Entrar logo “a matar” é mesmo uma das maiores características de Teresa Guilherme e é isso que veremos nos ecrãs da TVI.

Estando eu cada vez mais fascinado com este mundo do marketing, não posso deixar de elogiar os timmings para este anúncio. Mas, não é tudo. Vem aí o pior. Se este comunicado merece todos os meus elogios, a promoção que em Queluz de Baixo já se faz a Secret Story merece nota negativa.

Ora, o reality-show mais “secreto” da televisão portuguesa começa já a revelar, cerca de um mês antes do seu início os segredos que habitarão naquela casa? Mais, quem é que, no seu “juízo perfeito” acreditará que alguém “dormiu com mais de sete mil mulheres”? Parece-me que vêem aí mais segredos “inventados” e adaptados literalmente da versão original. Havia necessidade? Eu acho que não…

Como é possível em poucas horas a mesma estação fazer duas iniciativas de marketing tão diferentes em termos de qualidade? Pode estar aqui o possível sucesso ou insucesso de um programa. E, se Teresa é a grande aquisição de Secret Story II, os segredos poderão ser ainda piores do que os da edição anterior… Mas vamos aguardar para ver o resultado.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close