Falar Televisão

Televisão, suor e lágrimas

Fátima Lopes desfez-se ontem em lágrimas, em directo. Novidade? Nem por isso. Mas o que há de novo no caso que fez a apresentadora deixar a emoção falar mais alto prende-se com um sinal dos tempos que vivemos. Nos estúdios de Queluz de Baixo estava, ontem à tarde, um casal desesperado, sem emprego, sem dinheiro e quase sem casa. A mãe até desabafava que já não dava uma peça de fruta ao filho há mais de 5 meses. Claro que todo o público ficou extasiado com tamanha miséria e Fátima Lopes perdeu o rumo à condução do programa confessando ser-lhe “muito difícil fazer estes casos”.

Em tempos de crise, sacrifício e muita necessidade de grande parte dos portugueses, ou, pelo menos, de grande do público que assiste regularmente a programas como os de Fátima Lopes, são cada vez mais os casos de pessoas que já não tem nada que lhes valha e vêem no pequeno ecrã, e nas caras que o compõem, a única salvação para todos os seus males. A televisão dá emprego, a televisão paga as contas, a televisão tira a fome. É assim que muita gente pensa. Foi assim que, muito provavelmente, também pensou o casal que hoje preencheu meia hora de grelha da TVI. Máxima que, bem vistas as coisas, nem está muito desfasada da realidade.

Mas Fátima Lopes que prepare as suas lágrimas: no abismo em que estamos a caminhar a passos largos, casos “difíceis de fazer” vão, cada vez mais, bater à porta das produtoras de programas de day-time. O que é um péssimo sinal. Quer da parte de quem mendiga, sem outra alternativa, quer da parte das estações que não perdem a oportunidade para mostrar o drama e choro em directo e acabar por lucras mais umas centenas de espectadores com isso. Por muito que Fátima Lopes se queixe de que é difícil…

 

Tags
  • White Angel

    Ai essa história foi tão comovente… a Fátima confrontada com o facto da criança não ter que comer perdeu o controlo das suas emoções… em parte também se deve ter sido mal pelo facto de ganhar milhares por mês enquanto que aquele menino nada tinha pra comer… é complicado… e por isso ser pra ela muito difícil fazer essas histórias! Mas eu que acompanho a Fátima Lopes há muitos anos nunca a vi naquele estado, ao ponto de o programa ficar totalmente parado com a Fátima a admitir que era muito difícil pra ela fazer aquilo ao msm tempo que se desarmava a chorar…

  • Ivo

    Estas histórias de fazer chorar as pedras da calçada por muito tocantes que sejam são exaustivas em televisão. Só para ganhar espectadores… Em tempo de crise o que se quer ouvir é animação e espectáculo e não histórias da vida real que essas já temos de sobra. Espero que os tenham conseguido ajudar ao mesmo, mas chega a ser deprimente viver isso no dia a dia e ainda ligar a televisão e “ver-mo-nos”….

  • Anónimo

    A Fátima é uma senhora e uma ótima profissional!!! Ela não chora todos os dias, ela não se emociona todos os dias… E isso só prova que não é falsa e que só mostra as emoções desta forma quando as sente de verdade e quando é caso para isso! E isso também prova que não é uma “faz-tudo” pelas audiências!!! Prova que é uma grande Mulher…

  • !

    ganha milhares, em vez d chorar oferecia.lhe algum dinheiro, era mais util. A familia nao precisa dessas lagrimas para sobreviver

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close