Falar Televisão

Tardes sem açúcar?

Hoje em mais um Falar Televisão o destaque vai para o possível fim da série juvenil Morangos Com Açúcar. Nos últimos dias muito se tem falado acerca do assunto e muitas opiniões têm vindo ao de cima – umas a favor, outras contra este corte na grelha da TVI. Depois desta saga que tanta tinta fez correr nos meios de comunicação social, o que estará para vir? Terá a estação uma forte opção para o horário da tarde capaz de colmatar a falta deste produto? No fundo, o que podem esperar os mais novos depois do anunciado, mas não confirmado, fim da série?

No ar há quase nove anos, a série juvenil tem dado muito que falar. Pessoas singulares que se tornarem vedetas da ficção nacional, sonhos que foram realizados, produção de sucessos musicais que explodiram com a adrenalina dos jovens portugueses. Assim, estes Morangos Com Açúcar fizeram, desde o ano de 2003, as delícias dos mais novos. Surgiram, através deste formato, caras agora bem conhecidas do grande público. Exemplo disso são: Sara Prata, Mariana Monteiro, Cláudia Vieira, Rita Pereira, D’zrt, FF (Fernando Fernandes), Lourenço Ortigão, João Catarré, Pedro Teixeira, Benedita Pereira, Isaac Alfaiate, Ângelo Rodrigues, entre outros. Um dos maiores sucessos foi, sem margem para dúvidas, a banda D’zrt que muitos milhares de pessoas fez correr por Portugal fora. Ano após ano a TVI alimentou o sonho de dezenas de jovens, e agora isso pode estar muito perto do fim. A colocar em prática fortes cortes orçamentais, a estação de Queluz de Baixo está a rever todas as produções atuais e futuras para analisar onde é possível realizar cortes. Desta forma, a série das tardes pode ter os dias contados. Será esta a melhor decisão a tomar por parte do quarto canal?

A série, conseguia, apesar de há algum tempo não ser vencedora nas audiências, segurar um público especifico e esse era já garantido de segunda a sexta-feira. Ao lançar um novo projeto o canal arrisca-se a ter um grande programa, bem como, perder tudo o que conseguiu ao longo de nove anos neste horário. Qual destes resultados é o mais provável?

São muitos os que dizem que este é um formato já bastante gasto na televisão portuguesa e, por isso, já devia ter sido extinto há muito mais tempo. No entanto, em termos de audiência, penso que esta não será a melhor opção, uma vez que, ao lançar uma novela neste horário é como lançar um «tiro no escuro», pelo menos no inicio. A qualidade é fundamental e, se os responsáveis souberem jogar bem com a estratégia televisiva podem, mesmo assim, ganhar.

A série de verão esteve, como se sabe, em risco de não ir para o ar, no entanto, as conversações entre a produtora e administração da TVI foram bem sucedidas, mas com algumas mudanças que se podem vir a mostrar fulcrais. O tempo de gravação foi reduzido de três para um mês e esta mesma temporada terá inicio no fim do mês de junho e terá muito menos episódios do que as séries anteriores.

Como serão as tardes sem açúcar na TVI?

 

  • Anon

    Na minha opinião, a série deve mesmo acabar ou, então, ser reformulada totalmente. Isto porque, esta série não teve boas audiências, alias, teve más audiências. Para isso, muito contribuiu o mau casting que foi feito. Talvez porque, ainda não haja novos grandes talentos para se descobrir, ou seja, pode haver daqui a um ou dois anos. Ou seja, também sou a favor da pausa durante algum tempo, para se poder fazer as alterações necessárias para melhorar o produto. Contudo, o que deveria substituir os “Morangos Com Açúcar”?? Para mim, a TVI devia de continuar a apostar em produtos para o público-alvo dos “Morangos Com Açúcar”, ou seja, para os jovens, pois grande parte dos telespectadores-jovens já estavam ligados a esse horário. Ora, com esse público já conquistado, falta “agarrar” o restante para o horário, saindo, o produto desse horário, líder de audiências. Para mim, deveria de ser um talk-show jovem. Esse sim, iria conquistar os restantes jovens. Para mim, essa era a resposta. Mas tinha que ser um bom talk-show, com temas jovens, como video-jogos e produtos informáticos, música (com bandas a atuar no programa) e cinema, etc.

  • Cátia Spranger

    Penso que esta série vai ser ainda pior do que os Morangos com Açucar. Os Morangos desceram nas audiências por muitas razões (actores que mais parecem modelos e que não sabem reagir, censurarem beijos gay, ser uma história expressamente repetitiva em que dois personagens se apaixonam…bla bla bla), agora tiveream a exelente ideia (sarcasmo) de deixarem a mulherzinha autora dos Morangos fazerem uma novela que vai ficar no lugar dos morangos apenas por ter público jovem? E é, pelo que dizem, baseada nos anos 80, mas onde é que isto já se viu?
    Em vez de darem trabalho a vários editores e autores jovens que sabem os problemas dos jovens que podem ser retratados em série (crise, discriminação, drogas..) não vão fazer outra série, que secalhar também vai ser a mesma coisa mas passado antigamente, ou seja, sacos diferentes mas com a mesma farinha.
    Não consigo expressar a minha descontentação, mais de todos os meus colegas e maior parte do público adolescente em relação ás escolhas da televisão portuguesa que mais parece querer competir entre as audiências com a sic ou a rtp em vez de fazer séries de jeito.
    Atentamente, ESAF, Associação de Estudantes.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close