Falar Televisão

Somos Pimba em Festa

Falar Televisão

A estação de Carnaxide estreou o seu novo formato de verão (espero!) das tardes de domingo, o Portugal em Festa. Esta escolha vem na sequência das audiências obtidas pelo Somos Portugal da TVI que a pouco e pouco chegou a líder de audiências no seu horário, destronando as séries e filmes da SIC.

Apresentado por Rita Ferro Rodrigues e José Figueiras, Portugal em Festa não é mais do que um Somos Portugal. Resumido: uma «terrinha», um palco, muitos 760 e música pimba. Neste programas também há público, mas o pior é que o programa de festas da SIC nem isso tinha – bastou-me cinco minutos para perceber que só a primeira fila do palco estava preenchida. Nem sempre se deve seguir à risca a expressão «Se não os consegues vencer junta-te a eles». Este é o caso!

Sendo um programa completamente igual, e criado propositadamente para obter audiências, não percebo as declarações de Rita Ferro Rodrigues quando afirma que «não vale tudo para ter audiências». Sim, esta frase tem um contexto, é verdade. Mas no fundo até vale tudo, ou quase tudo, para ter audiências. As tardes de domingo da SIC, apesar de não atingirem a liderança, eram diversificadas, atraindo público jovem que, com a degradação da TV portuguesa, refugia-se no Cabo.

Contudo, felizmente, Portugal em Festa não foi além dos 5,3% de audiência média e 16,1% de quota de mercado. Ficou, assim, longe dos 8,4% e 25,4% do Somos Portugal, TVI. Este novo programa de Carnaxide não só conseguiu uma audiência fraca como deixou a SIC, na média total diária, nuns medíocres 19,4% de share.

Até quarta!

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close