Falar Televisão

Remakes e Recoments

Falar Televisão

Falar Televisão

Recoments sobre remakes é o que mais abunda neste pequeno universo tecnológico que se encontra em constante crescimento, a televisão. A cada click que damos estamos sujeitos a ler uma crítica, frequentemente não fundamentada, sobre remakes ou a ser bombardeados com julgamentos mordazes aos autores titulares de remakes. A hegemonia das telenovelas na televisão, no Brasil, é indiscutível. Mais indiscutível que a hegemonia do futebol na televisão, em Portugal.

Todos nós sabemos do enorme peso que as telenovelas têm nas conversas de café, diálogos de autocarro ou até na venda de revistas brasileiras. E por isso mesmo a Globo, a principal produtora de novelas brasileiras, aposta tudo na sua nova novela como se da última gota de água do Planeta Terra se tratasse; quer seja a novela das seis, sete ou oito (ou nove, como tem sido alcunhada ultimamente). No entanto, e porque a perfeição não existe, ou porque nem toda a gente pensa da mesma forma, o facto da TV Globo ter apostado na onda dos remakes no horário pós novela das nove suscitou em alguns indivíduos uma vontade de se expressar e de expor as suas teses e opiniões sobre este fenómeno aquático referido.

Aguinaldo Silva, um guionista bastante prestigiado e um quanto ou tanto cáustico, não é exceção e defende que autores devem contar histórias novas, que devem ser feitas novas experiências, acrescentando ainda que ele próprio ainda tem muitas histórias para contar.

Com a recente novidade de que a TVI poderá adaptar uma telenovela estrangeira, como noticiado aqui no site, pude refletir sobre o assunto, pesquisar e ouvir pontos de vista diferentes e perceber que é sempre bom recordar o que de bom aconteceu no nosso passado ou contemplar o produto que, pela boca dos nossos avós, foram tecidos inumeráveis e alargados elogios. Mas, na minha opinião, uma boa novela inédito supera sempre um bom remake. Até porque, se a repetição de temas e estagnação das novelas têm sido apontados como o principal motivo para o desequilíbrio das audiências do horário nobre da TVI, é porque o que alimenta as novelas e o gosto do público é a novidade. Mas isso, de todo, não significa que um remake deve ser menosprezado, e a prova disso mesmo é o sucesso de grandes novelas como Dancin Days, Anjo Selvagem e Gabriela.

Concluindo: remakes sim! Mas então que seja a exceção recorrente e não a regra inevitável.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close