Falar Televisão

Quem quer dar mais 5?

Sabem aquelas pessoas que não vemos há imenso tempo, colegas de escola, amigos de infância, e que de repente passam novamente por nós? Foi uma sensação semelhante a essa aquela que tive ontem à tarde, quando sintonizei a minha televisão na TVI. Um estúdio quase igual, a mesma apresentadora, mas concorrentes diferentes.

Assim é o Dá Cá Mais 5, que, na essência, em nada difere do Quem Quer Ganha. Exatamente, à semelhante de tantas outras pessoas, também eu julguei que um dos programas que mais durou nos ecrãs do canal de Queluz de Baixo estava de regresso à antena. Desta vez, em duplas, com jogos que continuam a centrar-se nas palavras, mas desta vez com alguns vídeos.

É certo que pouco ou nada havia para inovar, e o regresso ao estilo Quem Quer Ganha era inevitável. Não só porque o Agora é que Conta já pagava tudo menos contas do dia a dia como era suposto e porque era muito mais dispendioso do que o seu antecessor. Ter público pago em estúdio acaba por ser demasiado caro, mas pelo menos havia alguma animação.

Quanto a números, pode-se dizer que, para estreia, foram bastante baixos, mas também, a avaliar pela fraca promoção e por não existir qualquer tipo de inovação acaba por ser compreensível. Não quero com isto arrasar com Dá Cá Mais 5, afinal de contas, os seus objetivos são cumpridos. Os prémios de casa são apelativos, o que trás mais chamadas telefónicas e dinheiro nos cofres da TVI e ainda se fazem alguns concorrentes felizes por ganharem algum dinheiro.

Independentemente de tudo, parece-me que, por enquanto há muito pouca gente a Quer dar cá mais 5…

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close