Falar Televisão

Portugal ficou mais leve…

 

Ontem Portugal teve a oportunidade de assistir às transformações dos concorrentes de O Peso Pesado. Após várias semanas de “sangue, suor e lágrimas”, os concorrentes foram o centro das atenções, mimados e recompensados pelo seu esforço e dedicação. O programa sagrou-se ontem como o mais visto, com 52,1% de share.

Resta agora fazer o balanço desta primeira edição, que tanto entusiasmou o país.

 

A Expetativa

Antes mesmo de o programa começar, a SIC levou a cabo uma acção de promoção sem precedentes. O burburinho sobre quem seriam “o Bob e a Jillian” portugueses rapidamente se instalou nas redes sociais. O programa original, emitido na SIC Mulher, terá sido o motivo que terá levado à realização da edição portuguesa, devido às impressionantes audiências para um programa de um canal cabo.

 

O Dia de Estreia

A curiosidade era imensa e os espectadores colados ao ecrã “tiravam notas”. O Twitter fervilhou no primeiro programa com a hashtag #pesopesado (nem sempre com comentários favoráveis).

 

Prosseguindo Com os Objectivos

Poeira assente, o programa foi-se tornando, na minha opinião, um excesso de reviravoltas. A edição americana também as tinha, é certo, mas penso que nunca tão dramáticas ou sucessivas como a nossa edição. Aposto que muitos pensaram como eu: “entra, sai, sai, entra… o que é isto?”.

As Polémicas

Além das várias relacionadas com as pesagens, estratégias e afins, talvez nenhuma tenha causado mais surpresa cá fora como o caso Tita-Ricardo (e recentemente Ana). As possibilidades dos primeiros dois se relacionarem pareciam estar próximas de um dígito, quando de repente, do nada, como uma paixão arrebatadora e fulminante, os dois decidem namorar. Fiquei, e ainda estou meio céptico em relação aos dois, mas se são felizes, ainda bem.

 

O Peso Pesado

Fábio era uma das minhas apostas para ganhar o concurso, e confirmou-se. Foi eleito o primeiro Peso Pesado (acho o título horrível, para uma pessoa que emagreceu bastante, mas a SIC lá sabe). Não estava à espera do Filipe ficar em segundo, mas de qualquer forma, acho merecido.

 

Fazendo um apanhado de tudo, penso que tivemos uma primeira edição em força, com motivação, tanto da parte dos concorrentes, como dos treinadores. Espero reviravoltas na segunda edição, mas não tão drásticas ou sucessivas como na primeira, pois na minha opinião, isso acaba por retirar credibilidade ao jogo.

  • Pedrop 95

    Estou de acordo com TUDO :O

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close