Falar Televisão

Outra vez não!

É já nesta quinta-feira que a estação de Carnaxide vai apresentar à imprensa o novo grupo de jurados de Ídolos. Afinal, e se a dupla de apresentadores continua, leia-se Cláudia Vieira e João Manzarra, existem algumas mudanças no painel daqueles que vão avaliar o talento dos concorrentes do novo programa da SIC. Enquanto Manuel Moura dos Santos ocupa a posição de presidente do júri, Laurent Filipe, Pedro Boucherie Mendes e Roberta Medina despedem-se dos telespetadores, isto segundo as últimas notícias avançadas pela imprensa.

No seu lugar estarão, para já, Bárbara Guimarães e Tony Carreira, dois nomes bastante conhecidos pelos telespetadores. Terá sido esta uma boa escolha? Do ponto de vista das audiências consigo compreender a decisão de se optar por este nomes, contudo, e no que toca à qualidade das avaliações dos concorrentes, duvido que saiam abonadas com estes profissionais. A antiga apresentadora da segunda temporada de Peso Pesado assumirá uma função já ocupada por Conceição Lino, em Portugal tem Talento. Afinal, Bárbara Guimarães passará a estar associada a um grande programa de entretenimento, ganhando assim a empatia dos telespetadores.

Já no caso de Tony Carreira, sendo um cantor com sucesso em Portugal e em todo o mundo, associá-lo à quinta temporada do Ídolos, torna-se num elemento positivo. No entanto, será que as opiniões dele e as de Manuel Moura dos Santos não irão colidir?

No passado, criticávamos os comentários de Pedro Boucherie Mendes, que poucos conhecimentos tinha para avaliar o nível vocal dos concorrentes, e de Roberta Medina, concentrada apenas na imagem e no “show” que um participante dava em cima do palco. Agora a saga repete-se com uma Bárbara Guimarães sem nenhum background nesta área, e com uma escolha de Tony Carreira demasiado centrada no objetivo de se captar novas audiências.

Falta apenas desvendar o quarto elemento do júri  que, a meu ver, poderia não ser uma estreia (segundo as últimas notícias Zé Pedro recusou o convite da Fremantle). De todos os que já passaram pelo talent-show da SIC, porque não voltar a apostar em Laurent Filipe, um músico que conseguia tecer comentários justos e equilibrados?

Caso este quarto nome não seja uma revelação positiva, duvido que o concurso consiga chegar aos calcanhares da primeira edição de A Voz de Portugal.

Veremos…

  • Pedromiguel 99

    “um dos cantores com maior sucesso em todo mundo” ?!?! Tony Carreira?!?!?!?
    para ti Portugal pode ser o mundo, mas mesmo assim acho que estás muito confuso com as tuas observações

  • Diogo Santos

    Boa noite,

    Tony Carreira não é apenas conhecido apenas em Portugal, mas eu outros países do mundo. Daí ter salientado não só o sucesso dele no nosso país como noutros locais.
    De qualquer forma, já retifiquei o texto para não se criarem mais dúvidas.

    Cumprimentos,
    DS

  • Tiago Madeira

    Não acho que o Tony Carreira faça jus ao percurso do Ídolos! Mas é só a minha opinião… Também não faço intenção de ver… mais do mesmo…

    • Biller

      Discordo do conceito “mais do mesmo”. Os concorrentes são outros, os jurados também…é um programa excelente.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close