Falar Televisão

Os «Diários» de João Mota

Não há outro assunto que seja abordado pelos portugueses e pelas portuguesas, na rua, no trabalho e nas redes sociais, sem ser os novos concorrentes e os novos segredos do reality-show mais vigiado de Portugal. Não me alongarei nos comentários à bela noite de domingo, com um resultado audiométrico estrondoso, mas sim à estreia do novato João Mota na apresentação… e logo nos diários, ao lado de Iva Domingues.

Passavam poucos minutos das 19 horas quando, comodamente, assistia ao começo do primeiro bloco de imagens da Casa e, meio atribulado, chegava o vencedor da segunda edição da «Casa dos Segredos». Visivelmente nervoso, como já esperava, o algarvio superou as expectativas criadas em seu redor. O que a TVI esperava, disso ninguém tem dúvidas, é que João trouxesse audiências e que conseguisse “safar-se”. Para tal, e como uma grande ajuda, teve ao seu lado a muito experiente Iva Domingues, que continua imparável neste tipo de formatos.

Não se pode dizer que esteve perfeito (nem o próprio crê nisso) mas, e comparando com a sua prestação na série «Morangos com Açúcar», esteve, sem qualquer dúvida, 100 vezes melhor. Melhor, será mesmo não voltar à representação. Se a aposta da TVI em João Mota foi ganhadora? Segundo lugar no horário, com 7,6% de rating e 21,8% de share, devem responder à difícil pergunta…

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close