Falar Televisão

O tempo do «Sai de Baixo»

Falar Televisão

Falar Televisão

Por estes dias, no Brasil, o Canal Viva está a exibir episódios especiais e inéditos de Sai de Baixo. No final da década de 90, a série de humor fez sucesso no Brasil, mas também em Portugal. Era o tempo em que a SIC não «importava» apenas novelas, mas também séries e minisséries. Sai de Baixo passou pelos finais de noite da SIC, e deixou marcas. Passados todos estes anos desde o fim da série, continua a ser recordada pelo público português.

Será que hoje aconteceria o mesmo? Infelizmente, não me parece. Desde logo porque muito provavelmente a SIC não compraria a série. Os constrangimentos orçamentais que hoje se vivem na televisão portuguesa (que levaram à situação inédita de a SIC ter uma novela em repetição no final do horário nobre) fariam a estação de Carnaxide pensar duas vezes antes de exibir a série no nosso país.

Além disso, embora a ficção da Globo esteja a atravessar uma boa fase em Portugal, com um sucesso de audiências que se consolidou após a exibição de Gabriela, a hegemonia da ficção oriunda do outro lado do Atlântico já terminou há muito. Esta tendência verificou-se ao longo da última década, e não afetou apenas as novelas, mas também as séries. Prova disso é o exemplo de Malhação (New Wave por cá), que depois de ter feito grande sucesso no início da década de 2000, acabou por deixar de ser emitida em Portugal em 2006. A exibição de minisséries, algo que a SIC fazia regularmente, também terminou há muito, salvo raras excepções nos últimos anos. Em 2009, a SIC apostou em Toma Lá Dá Cá, outra comédia de sucesso da Globo. Os resultados foram modestos, e a série acabou por ser emitida nas madrugadas.

Não quer isto dizer que a ficção da Globo não continue a ser um «pilar» da SIC, mas hoje a concorrência é muito mais feroz, e cada vez mais parece não haver espaço para séries de comédia na grelha das privadas. Esse tempo já lá vai. É pena.

  • dftmarques

    Gosto do logótipo desta rubrica. Está muito boa. Parabéns!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close