Falar Televisão

O saber não tem lugar em televisão

Falar_Televisao 2012

«Toca o telefone a toda a hora. Toca. Toca. E se não atende sem demora. Toca. Toca.»

Ora, esta crónica podia perfeitamente ser sobre um qualquer casos de escutas, legais ou ilegais, em Portugal, mas é de televisão que falamos, nomeadamente, dos concorrentes do «Secret Story».

O telefone toca.Toca.Toca. E eles correm, atropelam-se na ânsia de chegar ao telefone e vezes e vezes sem conta errar umas atrás das outras e perder dinheiro, ainda que fictício.

Pergunto-me de onde vieram estes alienados concorrentes que não sabem qual o maior órgão do corpo humano, ou quem é o  Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas‎. Perguntas, que não vêm na sua maioria nos manuais e não se aprendem propriamente nos cânones das educação em Portugal.

Onde estarão estes concorrentes, ou até quiçá a maioria dos 80 mil candidatos à hora dos jornais televisivos? Que jornais ou news magazine andarão a ler estes jovens, ou será que não leem de todo?

Embora divertidos, os momentos em que vejo um jovem não sabe soletrar exacerbar são preocupantes e deixam-se a pensar sobre a falta de cultura deste país, onde os professores estão mais preocupados com a progressão na carreira.

O saber não se encontra nas notas que se recebem pela presenças em discotecas, nem em revistas de moda, O saber não ocupa espaço, e é sobre este aforismo, que em televisão o saber vale tão pouco mas sabe tão bem.

  • HzV

    Concordo. Sigo o SS3, divirto-me com as questões e os falhanços mas fico incredulo com a falta de saber. Quando ontem a Joana respondeu que Cúbito e Rádio eram instrumentos para ouvir música, em vez de responder que eram ossos, fiquei… nem sei. Não dá mesmo para compreender o que esta malta fez durante as suas 2 décadas de vida.

  • Pois

    A sua crítica aos professores é uma generalização injusta. Aqui, a culpa é dos alunos e não dos professores que nem sequer podem pensar na progressão da carreira que referiu, porque se encontram “congelados” há largos anos…

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close