Falar Televisão

O mundo ficou curto e ao contrário

Falar Televisão

A crise, e não só, é a desculpa mais ouvida para o alargamento dos episódios das novelas portuguesas. Compreende-se. É mais barato produzir duas novelas por ano do que três ou quatro. Pois bem, é mais barato mas, em muitos dos casos, afeta a qualidade e a criatividade da novela.

Ao que parece, a TVI percebeu isso e encurtou dois meses de gravações de Mundo ao Contrário. A estação revelou ainda que, no futuro, o seu interesse é criar «histórias mais curtas», sem o tradicional «enche chouriços». A meu ver, é uma ótima decisão. No total, a novela escrita por João Matos terá 125 episódios. É pouco, na verdade. No entanto, mais vale uma novela curta cheia de ritmo e ação do que uma produção com quase 300 episódios recheada de «enche chouriços». Resta saber se, consoante o sucesso, a TVI resiste à tentação de alargar a novela para fazer render o máximo de tempo possível. É  preferível uma novela curta e com sucesso do princípio ao fim do que uma novela longa em que o seu final é determinado pelos resultados obtidos.

O ideal seria estabelecer um modelo – talvez entre os 150 e 170 episódios, digo eu – de forma a preparar os autores para as suas produções. Na verdade, são eles que dedicam toda a sua criatividade e imaginação para criar todas as situações que chegam a casa do espectador.

Peguemos num exemplo significativo: a TV Globo ultimamente tem gravado novelas curtas, ultrapassando, apenas, em algumas situações, os 200 episódios. Avenida Brasil, a novela de grande sucesso da estação brasileira – considerada a melhor do século – não chegou sequer aos 200 episódios. É esta gestão e maturidade que nós temos que adoptar para conseguir fazer um produto com qualidade e trazer para Portugal mais prémios internacionais.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close