Falar Televisão

O alarido que um cachecol provoca

Foi no passado domingo que o Futebol Clube do Porto, devido ao desaire do Benfica se consagrou campeão nacional 2011/2012. Como portista que é, Sónia Araújo decidiu, no dia seguinte, durante a Praça da Alegria utilizar um cachecol da sua equipa em pleno direto.

E, embora muito pouca gente se tenha apercebido da situação, já há um grande alrido sobre o caso. E comparações com o caso de João Gobern, que deixou a Zona Mista da RTP Informação depois de festejar, em direto, um golo do Benfica.

Na página do Facebook do Provedor do Telespectador da RTP, há quem exija mesmo o despedimento da apresentadora do programa das manhãs do canal. Não sabia do caso, confesso, até ontem ter assistido a uma conferência com o Provedor e em que a situação foi relatada.

Agiu Sónia Araújo bem? Não sou nada nem ninguém para a julgar, mas aqui se vê a forma como por vezes uma pequena atitude leva logo ao exagero. Que mal tem utilizar o cachecol durante a emissão? Não sabemos todos a sua equipa? E de Jorge Gabriel que dá entrevistas e entrevistas a falar sobre o seu sportinguismo?

Mais um caso de que, por vezes, as pessoas sabem ser muito cruéis e querer causar problemas. Não sei qual será a atitude do provedor, mas espero bem que não exista qualquer tipo de constrangimentos com isto. É certo que estamos na estação de serviço público. Mas há tantos problemas com que se devem preocupar e que não há destaque. Uma tristeza que ainda hoje exista destaque para situações como estas.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close