Falar Televisão

Nunca é demais lembrar

O dia aproxima-se a passos largos. Não, não é o apocalipse (apesar de o poder ser para alguns). A partir de Janeiro do próximo ano, os portugueses vão entrar na nova era da televisão, a era digital. A generalidade das casas ainda recebe sinal analógico e o switch-off  obrigatório vem dar algumas dores de cabeça com certeza. Hoje resolvi chamar a atenção para este tema, apesar de não estar relacionado diretamente com os conteúdos televisivos.

A minha preocupação, como já referi anteriormente, está na forma como a transição está a ser transmitida pelos media. À primeira vista, as campanhas publicitárias parecem dúbias: as pessoas pensam que transitar para o digital significa subscreverem um serviço de televisão por cabo/satélite. Esta “falha de discurso” já tinha, aliás, sido aproveitada por algumas empresas do género em algumas zonas menos informadas do país: pequenos grupos de pessoas no terreno tentaram aproveitar-se das populações menos informadas para lhes venderem esses serviços.

Convém explicar por isso, que a transição para o digital não tem que ver com a subscrição de canais cabo. Apenas que a transmissão dos canais generalistas será efectuada através de sinais digitais, e não analógicos. Se não tem um televisor compatível com as normas da Televisão Digital, será necessário comprar uma pequena box descodificadora para que continue a ver os canais generalistas. Mais uma vez, cuidado com os esquemas! Desconfie de boxes demasiado caras.

Espero que a informação seja clarificada rapidamente, sobretudo para a população mais velha que se pode sentir mais perdida e alheada nesta transição.

Mais informações em http://tdt.telecom.pt/

  • Tiago Madeira

    É verdade!! Na aldeia do meu avô já andam a fazer a cabeça às pessoas mais idosas para aderirem a ZON e ao MEO…

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close