Falar Televisão

Nadar Com Os Tubarões

Falar Televisão

Falar Televisão

Dei por mim a pensar nas alternativas que a televisão por cabo portuguesa nos oferece. Há muitos canais mas em muitos deles o tempo que passo ligado à antena dessas estações concentra-se abaixo dos 5 segundos. Afinal, o líder de audiências, o cabo, tem muito para dar mas à semelhança dos canais em sinal aberto é preciso saber filtrar o que se pode ver. Ainda assim, a fasquia é muitas vezes elevada mesmo que a única referência  à língua de Camões sejam as legendas em português.

A grande qualidade ao nível do entretenimento está mesmo na televisão por cabo, nos talent shows com verdadeiros talentos, nas séries que na SIC, TVI e RTP1 não têm honras de horário nobre, nos doc-reality com edições que prendem os espetadores e nos reality shows que não gastam a premissa da casa mais vigiada do país e que de facto estimulam algo aos que estão de comando na mão.

É disto grande exemplo, o Lago dos Tubarões. O reality show em que a SIC Radical aposta para as noites de sábado, nomeado para o Emmy de Melhor Reality Show em 2012, é uma grande aposta da ABC e em particular do canal juvenil da estação de Carnaxide. Face a atipicidade dos canais generalistas a televisão por cabo volta a estar na moda. Programas como este são tema de conversa de café e apaixonam alguns telespetadores que se entusiasmam por um formato popular mas com os traços de grande entretenimento que se pede à caixa que mudou o mundo.

As alternativas são poucas mas boas na televisão, oxalá fosse assim num governo moribundo de Portugal, que também ele devia apostar na inovação, crescimento e no fomento da criatividade.

  • Lion

    adoro o lago dos tubarões!!!

  • Paulo Santos

    Já vi uns 4 episódios que passou uma vez e adorei. Muito estimulante e inspirador.

  • Awooga

    Grande Programa!!!

  • lolipop

    Não chega sequer aos calcanhares do BB ou do Secret Story

  • Trademark

    É de facto um fantástico programa, e um que até se podia adaptar para Portugal, bastando que para isso se encontrassem 3 ou 4 ricaços com vontade de investir. Mas não, isso faz-se é nos outros países, que por aqui quem tem dinheiro guarda-o a sete chaves para si e não investe em nada que não seja dos amigos.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close