Falar Televisão

Música em Portugal

Falar_Televisao 2012

Falar_Televisao 2012

Hoje é o dia certo para refletir sobre este assunto. Vou ser direto e sem grandes rodeios: faz falta um programa na nossa televisão, onde os profissionais da indústria musical tenham espaço para mostrar o seu trabalho. Já dizia António Sala a uma revista: «Tenho muita pena que as nossas televisões ainda não sigam o exemplo de outros países, como Espanha ou Itália, que têm um programa semanal dedicado aos artistas». E eu não podia estar mais de acordo com estas afirmações…

Há quanto tempo é que não vemos o Rui Veloso a cantar na televisão? E quem diz Rui Veloso, diz o Pedro Abrunhosa, os Anjos ou a Mariza. Era fundamental haver um programa (de sábado à noite, por exemplo) onde os mais diversos cantores portugueses tivessem direito a brilhar. E passo a citar mais uma vez António Sala: «É irritante ter esse horário mais nobre com programas onde a miudagem vai a custo zero fazer umas coisas que não se percebe bem o que são». E não é verdade, meus senhores? Será que anda tudo a dormir?

Importante também dar atenção às declarações de Diogo Dias (VJ da MTV) numa recente entrevista ao A Televisão: «Apesar de estarmos melhores, acho que Portugal tem um grave problema em reconhecer os seus artistas e a sua cultura». Exatamente Diogo! Parece mesmo que temos um tremendo problema em reconhecer o que é nosso. A realidade é bem clara: na maior parte das vezes, perde-se mais tempo a divulgar o que não precisa de divulgação (cantores internacionais que já têm carreira bem firmada). Isto ainda faz sentido? Há quanto tempo “batemos” na mesma tecla? Pois.

É o que eu digo: falta mesmo um programa na televisão que dê visibilidade aos nossos artistas nacionais. Reparem bem: agora temos a Kika (que em nada nos envergonha), temos o Richie Campbell (detentor de uma voz que é bem capaz de valer ouro), temos a Marta Ren (mais um talento português), temos o Bryan Wilson (se calhar alguns não conhecem, mas lá fora faz muito sucesso). Enfim. Temos tudo, mas não temos nada (não, não estou a fazer referência à música da Floribella!). A verdade é que há uma mina de riquezas e tesouros espalhada por este país fora e ninguém lhe pega… Ninguém, ninguém, ninguém.

Para terminar, não podia deixar de dar os meus sinceros parabéns ao Ricardo Afonso, o português que participou no The Voice do Reino Unido. Grande voz, grande atitude, grande atuação. Boa, Ricardo! Boa mesmo.

  • AnOn

    Não concordo contigo!

    Nós temos o “Somos Portugal” que divulga o que há de melhor em Portugal

    Ah, espera, estás a falar de MÚSICA, e não de música pimba…

    • camaro

      nao, nao divulga
      o somos portugal so divulga pimbalhada, isso nao e musica e muito menos do melhor lol

      • camaro

        mas para muita gente isso e q e musica infelizmente.

        • Pedro

          LOL? cada um sabe do que gosta se nao gostas nao oiças eu tb nao gosto desse tipo de musica mas nao critico os outros por gostarem sao opçoes

          • camaro

            LOL digo eu…cada um diz aquilo que quer, quem criticou aqui foste tu.

  • João Nunes

    Olá, só queria pedir para começarem a mudar as sugestões.
    E foi um bom cometário à música portuguesa!

  • Eu já falava disto ha algum tempo, que era bem mais interessante um programa deste tipo. Os artistas portugueses também são merecedores de um programa dedicado ao talento que possuem e ao trabalho que fazem. Nós publico agradeciamos algo inovador, que de reality shows e programas da treta já estamos cansados 🙂

  • Pedro

    Portanto, foste dar uma voltinha as redes sociais e ver os musicos que estavam na moda. E que tal conheceres um pouco melhor a musica nacional, antes de fazeres um artigo sobre música?!? O teu artigo é claramente encomentado por uma ou duas produtoras para promoverem os seus artistas.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close