Falar Televisão

Mais do mesmo?

É a TV Guia desta segunda-feira que informa a re-aposta da estação de Carnaxide no formato que catapultou João Manzarra para os grandes formatos de horário nobre da SIC. Depois de TGV, Achas Que Sabes Dançar ou Chamar a Música, o apresentador prepara-se agora para dar a cara por mais uma temporada de Ídolos.

Será esta uma boa notícia? Depois de a terceira edição ter correspondido a um autêntico sucesso e de a quarta ter sido totalmente derrotada pela estreia de Casa dos Segredos, como correrá esta novidade em termos audiométricos? A verdade é que com A Voz de Portugal, os portugueses podem sentir-se cansados de ver e ouvir os meus tipos de vozes, as mesmas surpresas, sentir os mesmos arrepios. Numa altura em que se especulava a aposta na primeira temporada de X-Factor, qual a razão de se voltar ao passado?

Não será mais do mesmo? Sinceramente, e no meu ponto de vista, esta é ainda uma informação que me parece não ser certa, apesar da existência de uma fonte da estação de Carnaxide para a publicação da Cofina. Mesmo assim, e partindo do pressuposto de que é verdade, espero que desta vez exista alguma novidade no projeto. O mesmo júri? As mesmas regras? Os mesmos cromos? O mesmo cenário?

Se, de facto, o canal de Pinto Balsemão lançar a quinta temporada de Ídolos, porque não inovar em castings em direto, em galas na rua, em dar a oportunidade a antigos concorrentes de brilharem nos palcos do formato da Fremantle? Chega de os novos programas não surpreenderem os telespetadores, é tempo de tentar agarrá-los aos ecrãs nacionais com ingredientes que, de facto, valham a pena.

Sim, João Manzarra é uma ótima aposta para o formato, contudo porque não tentar formar outra equipa de profissionais? Por outras palavras, outros co-apresentadores dentro do mesmo programa, que poderiam apresentar os diários durante a semana? A verdade é que voltar a ver, ou melhor, rever as mesmas caras, os mesmos jurados acaba por não fixar a atenção dos portugueses.

SIC, o que achas de mudar? Já está na hora de parar repetir os mesmos formatos sem quaisquer alterações!

  • Anónimo

    Também acho que esta aposta não vai para a frente. Pode ter sido uma ideia lançada nas reuniões da estação de Carnaxide, mas duvido que vá para frente. Isto, porque os directores da SIC não são assim tão ocos de cabeça e percebem que este formato já está mais que gasto. Está completamente arrasado e já passou à muito à história. Ou se calhar ainda não perceberam.

  • Anónim0

    Olha o Rui Pêgo e Diana Bouça Nova podiam ser co- apresentadores, já estão afastados dos ecrãs da SIC há muito tempo e assim sempre “reciclavam” os apresentadores para não ser mais do mesmo !

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close