Falar Televisão

Mais do mesmo…

Falar_Televisao 2012

Falar_Televisao 2012

E já estamos em 2013! Na semana passada prometi que fazia um balanço das grelhas de Fim de Ano e de Ano Novo. Assim, hoje, terminamos a análise das programações especiais das principais generalistas.

Seja bem-vindo ao primeiro «Falar Televisão» de sexta-feira do ano.

Este ano a passagem calhou precisamente numa segunda-feira. Digamos que não foi muito favorável para a escolha da programa dos últimos e primeiro dias do ano. As festividades nas principais estação de televisão este ano foram mais prolongadas, começando no sábado com termino na terça-feira. Desta vez, e como sempre, reinaram as produções cinematográficas, especiais (os tais programas reciclados que falei no último «Falar Televisão») e alguns tapa-buracos.

Começando pelo princípio, a RTP1 para não fugir à linha de programação escolhida no Natal, apostou nos especiais. Especial para o «Portugal no Coração», mais um para o «Preço Certo», e outro e mais um. Pois bem, ao que parece o programa mais famoso da estação pública está para ficar na antena do canal mesmo em dias especiais. No sábado, realizou o «Especial Solidariedade», na segunda-feira o «Especial Futebol» e, por último, na terça-feira «Especial 5 Para a Meia-Noite». Confesso, não vi nenhum dos especiais mas pelo que o nome indica é mais do mesmo. Disfarçam o programa com um tema (importante ou não) e ocupam a grelha. Não sei em que consistiu o programa de sábado, mas se foi para ajudar quem mais precisa, fizeram uma ótima escolha. O cinema continua no topo das escolhas, menos exagero é certo, mas as produções cinematográficas continuam presentes. Por outro lado, emitiu concertos de ano novo, a mensagem do Presidente da República, a missa de ano novo. Pode-se dizer, que apesar de insistir nos especiais, a RTP1 terminou e começou bem o ano de 2013.

A estação de Carnaxide é perita nas escolhas cinematográficas, agradam sempre ao espectador. Apesar do cinema habitual nas tardes de sábado e domingo não chegou para ultrapassar a principal concorrente. O último dia do ano não correu da melhor forma para a SIC. A final de «Toca a Mexer» ficou completamente esmagada por outra final (nada originais…) no canal seguinte. Já era de esperar, quando programas como o «Toca a Mexer» começam a apresentar os resultados fracos domingo após domingo a final é sempre assustadora. Mas nem tudo são tristezas. O primeiro dia do ano correu às mil maravilhas à estação das grandes produções cinematográficas. No dia um de janeiro apenas fizeram pausa para o «Primeiro Jornal» e para o «Jornal da Noite», a programação foi constituída por filmes de manhã à noite. Pensa que se escaparam dos especiais? Não! No dia 28 de dezembro a SIC lembrou-se de realizar o «Querido Ano Novo». Conversas, chamadas, atuações, «760», prémios e não passou disso. Em termos audiométricos foi um desastre! Perdeu em todo o seu horário.

No que toca à TVI as escolhas saíram, como no Natal, furadas. Não realizou nenhum especial de Ano Novo mas para tapar buracos colocou um diário especial da «Casa dos Segredos 3» no domingo (que correu bem, no que diz respeito às audiências) e novelas. Pois é, para celebrar o primeiro dia do ano a estação de Luís Cunha Velho optou por oferecer ao seu fiel espectador as suas produções em horário nobre. O dia um de janeiro não podia ter corrido pior, durante a tarde as produções cinematográficas foram todas ao lado e a ficção após o «Jornal das 8» também não ajudou. No dia 31 a final do reality show deu a vitória garantida à estação, no entanto, os filmes da tarde também ajudaram com destaque para o último «Die Hard 4.0».

Até sexta-feira!

  • AnOn

    Concordo com o que escreveste.

    Quem ler esta rubrica e não te conhecer fica a pensar que és uma pessoa exigente, selectiva, e optas por programas de qualidade e que não “comes” tudo o que as generalistas te colocam à frente, mas aposto que foste um daqueles que papou a casa dos segredos…

/* ]]> */