Falar Televisão

Longo Circuito

Foi na última sexta-feira que Diana Bouça-Nova e Rui Pêgo se despediram do palco que os viu nascer. Em Curto-Circuito, os dois jovens cresceram de uma maneira notável, dando certezas de que a aposta que neles foi feita, não foi em vão. O filho de Júlia Pinheiro demonstrou ter uma capacidade de comunicação muito superior à de outros apresentadores da sua idade, terminando com a ideia de ter sido selecionado no casting do programa da SIC Radical por ser filho de quem é. No caso de Diana Bouça-Nova, com uma atitude simpática, e uma imagem bastante agradável, cativou a atenção dos telespetadores de Curto-Circuito, tendo recebido há um ano a oportunidade de comandar as emissões no festival Delta Tejo, na SIC Mulher.

O que se seguirá para os dois apresentadores? Depois da aposta do canal temático da estação de Carnaxide nos festivais de Verão, estará algum projeto preparado para ambos, ou ficarão na prateleira à espera de um novo formato? Ciente do talento que possuem, considero que dispõem das aptidões necessárias para saltarem para o canal generalista, como repórteres de Querida Júlia ou Boa Tarde. Por outro lado, um lugar de co-apresentador na segunda temporada de Peso Pesado seria igualmente uma sugestão ou, porque não, uma entrevista ao Alta Definição?

Apesar de ainda serem jovens, penso que já deram provas das suas competências na SIC e, como tal, merecem um novo desafio. Cabe agora à direção de programas do terceiro canal, assim como a Pedro Boucherie Mendes, essa simples ou árdua tarefa. A verdade é que se torna um pouco complicado, por mais talento que exista, lançar os dois jovens num novo desafio, pelo facto de ainda os associarmos ao canal Radical. Assim, as férias do formato e o descanso da imagem de Diana Bouça-Nova e Rui Pêgo, poderão ser uma mais-valia para o futuro…

Veremos qual será o próximo passo de ambos e, já agora, se esse passará pela televisão por cabo ou pela televisão generalista.

  • Porque não apresentarem o X-Factor ou o idolos?

  • Paulo Neruda

    Erros: Rui Pêgo (com ^), “Curto Circuito” (sem -), “Delta Teja” (em itálico). 

    Quanto ao tema, já não falaram do “Curto Circuito” na passada semana? Deviam prestar atenção ao trabalho uns dos outros, sinceramente.

  • Lúcio

    Penso que está programado pela sic voltar com achas que sabes dançar? pro ano seriam umas boas escolhas !

  • Diogosantos

    Obrigado pelos apontamentos Paulo.
    De facto, o tema “Curto-Circuito” coincidiu. No entanto, é de salientar que enquanto nesta edição do “Falar Televisão” eu falo do futuro de Rui Pêgo e Diana Bouça-Nova, o Pedro Esteves comentou o novo ciclo do programa da SIC Radical 😉
    As diferenças são óbvias, na minha opinião.

    Cumprimentos,

    Diogo Santos

    • Paulo Neruda

      A sua ideia de “óbvio” é típica de alguém pouco concreto. O tema está adjacente, SIC Radical, Curto Circuito. Mas pronto, fez o que pôde.

      • Diogosantos

        É a minha opinião. Eu respeito a sua.

        Falei do mesmo programa, mas de coisas diferentes. De qualquer forma, terei em atenção o seu reparo para a próxima semana 😉

        Bom fim-de-semana!

  • David P Pereira

    fala-se como se apresentar um programa tem a mesma importância que dar uma entrevista ao alta definição.para mim seriam reporteres do Episodio Especial ou a Diana podia ter algo na SIC Mulher.

    • Diogosantos

      Na minha opinião dar uma entrevista ao “Alta Definição” significaria abrir um pouco os horizontes para o canal generalistas, como um “primeiro passo” ;).

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close