Falar Televisão

Laços que marcam

Foi na noite de ontem que os portugueses se despediram, finalmente, da telenovela da televisão de Carnaxide. Um final à imagem daquilo que se esperava: surpreendente, comovente e ao mesmo tempo arrepiante. Os portugueses acederam ao convite da SIC e marcaram forte presença, a avaliar pelo excelente número de telespetadores que acompanhou o derradeiro capítulo.

Mas mais do que este excelente número, há que fazer uma perspetiva sobre toda esta história. Se, no início, muita gente imaginou que fosse “apenas” mais uma telenovela, mais um insucesso do canal de Carnaxide. Contudo,  e depois de tanto mas, não é que Laços de Sangue é, definitivamente, um marco na ficção portuguesa?

É certo que esta opinião é passível de diversas abordagens e visões, mas é uma opinião geral que a “novela da nossa gente” deixou uma marca nas produções nacionais. Seja pela brilhante prestação da terrível vilã Diana ou por ser a primeira telenovela portuguesa a ser produzida em parceria com a maior rede de telenovelas a nível internacional. Mas, mias do que isto, a nomeação para os Emmy Internacionais acaba por ser um prémio mais do que justo. E oxalá que suceda a Meu Amor,

Todavia, há também muitos atores que merecem o maior destaque. À vista saltam os nomes de Joana Santos e João Ricardo, cujas personagens ficarão para sempre na cabeça dos portugueses. Mas há que lembrar ainda uma Margarida Carpinteiro mais forte do que nunca, uma Dânia Neto e Debora Ghira surpreendentes ou um Carlos Vieira que muito ódio causou.

Todos aqueles que, de alguma forma fizeram parte deste sucesso merecem o maior destaque e muitos elogios. Até porque aquilo que ao início podia parecer quase impossível, tornou-se hoje uma certeza. A SIC e as suas telenovelas estão fortes. Mas conseguirão destronar a ficção da TVI? Não sei, mas de uma coisa estou certo, quem ganha são, sem dúvida os telespetadores e os atores.

E assim foi Laços de Sangue, a trama que deixará Laços eternos em alguns telespetadores nacionais, um pouco ao género do que aconteceu com Ninguém Como Tu, Anjo Selvagem ou Filha do Mar. Venham mais produções como estas!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close