Falar Televisão

Havia necessidade?

E eis que, dois anos depois de ter saído da televisão de Carnaxide, sem projetos, e após uma passagem esporádica pela RTP, em Nico à Noite, Nuno Eiró está de volta à ribalta. Pela mão da TVI que, de repente, se lembrou dele e o “resgatou”.

Fez as reportagens para Festa dos Tabuleiros, X Mercado Medieval de Óbidos e prepara-se agora para estar ao lado de Rita Pereira em Canta Comigo. No lugar que estava reservado para Angélico Vieira, que, por uma infelicidade do destino já não está entre nós, o apresentador promete por os portugueses a cantar.

Agora pergunto eu, e desculpem-me os fãs de Nuno Eiró, terá ele perfil para um formato deste género e ainda para mais ao lado de Rita Pereira? Não teria sido mais fácil, mal por mal, optarem por Jorge Kapinha, Vítor Fonseca ou Paulo Vintém? É que Rita Pereira e Nuno Eiró parece que não vão “casar”, como se diz na gíria. Não creio que o Eiró seja alguém com perfil a chegar aos mais jovens, que, por enquanto, me parecem ser o público-alvo de Canta Comigo

É claro que estou a falar sem os ver, mas, se as expetativas para este formato já não são as maiores, com Nuno Eiró na sua condução, parece-me que se tornam ainda mais pequenas. Pior do que ele só me vem à cabeça o nome de José Pedro Vasconcelos…

Que o ponham como repórter ao lado de alguém com “estaleca” como Cristina Ferreira, em emissões especiais e esporádicas, ainda vá que não vá, agora como rosto de um formato de horário nobre? Por algum motivo a SIC não o quis, e a RTP também o deixou ir embora… Mas isto sou só eu a falar… E cá estarei para dar o braço a torcer, caso o apresentador consiga surpreender!

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close