Falar Televisão

Fanny até quando?

Hoje em dia, qualquer simples e comum mortal que ligue a televisão, leia um jornal ou se dê simplesmente ao trabalho de ligar o rádio do carro… já passou certamente pela sensação de ser “bombardeado” com o ofuscante nome «Fanny». Ora vejamos bem, é que até aquele senhor com um ar absolutamente culto que nunca viu «Casa dos Segredos» e detesta programas do género, confirma e jura a pés juntos já ter lido «Fanny» em algum lado na sua vida. É algo incontrolável, sem explicação. No fundo, é como a mãe natureza: não temos controlo no assunto. Mas é que não temos mesmo. Ponto final, parágrafo.

Contudo, são as Fannys e os Motas deste país que fazem as vendas disparar como se não houvesse amanhã. Bem, mas isso já não é novidade para ninguém. Novidade é as principais revistas cor-de-rosa conseguirem esmiuçar histórias infinitas semana após semana… e todas elas a incidir na Fanny. Fanny está em depressão. Fanny está de melão. Fanny vai aqui. Fanny sai dali. Fanny tem um namorado. Fanny vai ao supermercado. Tudo isto a fazer relembrar os tempos de «Anita». Mas o povo gosta da Anita e gosta ainda mais de seguir as suas mirabolantes aventuras pelo país fora. Que ninguém pense que dois amigos no café vão falar sobre José Rodrigues dos Santos e o seu sucesso em França. Nem pensar. A ordem do dia será sempre a polémica e, para isso, temos cá a “belle portugaise”.

Esta jovem, apesar de aparentemente não ter feito nada que contribuísse para a cultura, a saúde, o desporto, nem mesmo para a música (note-se, é que nem gravou um álbum sequer). Quer dizer, gravou uma música com Saúl, mas como diria a Teresa Guilherme: «isso agora… não interessa nada». Apesar disso tudo, é seguida a cada mínimo passo que dá. E assim que abre a boca para falar da sua adoração por João Mota, aí é que os holofotes se elevam de tal maneira que não se aguenta. Mas, na verdade, já se nota uma certa “fartura” das pessoas face a notícias destas, ou não existisse a conhecida frase «tudo o que é demais, cansa».

Em jeito de conclusão, há algo a destacar (e a sublinhar com marcador amarelo fluorescente, de preferência) nesta conversa toda: é que, repare-se, desde setembro do ano passado que «Fanny» vende e tem-se mantido consecutivamente com histórias, notícias e peripécias sem aparente fim. Algo que é muito raro para um concorrente de um reality-show. Porque é assim: por mais popular que um concorrente seja, passado alguns poucos meses já ninguém ouve falar dele, é como se evaporasse e desaparecesse do mapa. O mesmo não aconteceu, por enquanto, com esta rapariga e isso é de se lhe tirar o chapéu. Mas a questão que se prende agora é: Fanny até quando? É segredo.

  • – noname

    Concordo plenamente!

  • Carla Vasconcelos

    Quem vai falar da casa dos segredos sem mencionar o nome Fanny? ninguem.

  • Alex

    A Fanny é uma rapariga que infelizmente não tem sido aproveitada, é verdade que a imprensa faz dela a “Anita” portuguesa, mas é seguida por milhares de pessoas por algum motivo: ela tem defeitos e qualidades (como todas as pessoas), está numa faixa etária em que tanto as adolescentes como as mulheres se identificam, expôs a sua vida e todos (mesmo os que negam) acompanharam como esta jovem levou às costas um RS. Basta para isso comparar as audiências da última semana do mesmo. Há quem goste e há quem não goste mas a jovem, na verdade, não deixa ninguém indiferente. Abram os olhos canais de televisão portugueses e apostem em uma pessoa que já deu provas de garantir audiências.

  • A Fanny Rodrigues é uma menina/mulher que é genuina. Amada por muitos, odiada por outros, mas não passa indiferente a ninguém. Conhecida por um RS, é verdade, no entanto, uma moça inteligente, que vive a vida dela e não tem medo da opinião pública, amiga do seu amigo e principalmente a alegria de viver que é notória! O povo português gosta de pessoas frontais e sem medos. A Fanny seja qual for a área a que se proponha trabalhar vai ser um sucesso, pois ela éum fenomeno:)

  • Xana Lopes

    Esta miuda veio revolocionar os realty-shows deste pais , pela sua exoberancia e distresa como soportava as coisas nakele antro de espaço , que os proprios serviam de marionetas =) . Dizem tantos dizentes não ter sido o melhor exemplo nesta juventude ao qual eu discordo completamente , pois muitas de suas actitudes eram impostas , e outras tantas dela mesma foram abafadas e claro està sô mostravam o que axavam que deviam passar , e claro o pior ! Mas mesmo assim pela sua distreza albergou as audiencias atè ao ultimo minuto do pograma ! E claro està ainda se verefica quando participa em algum pograma televisivo que participe, claro è que esta menina MULHER não passa despercebida seja onde for , pelos melhor ou menos bom ! Quanto às revistas cor-de-rosa , isso jornalismo de 5° aproveita o facto do sorreal para fazer vender e vender à custa de alguem que conquistou bastantes admiradores , pelos menos aqueles que tinham a Meo e claro que participa nas presenças da mesma , Pois por ela mesma tem arrecadado a simpatia dos seus seguidores , a pergunta atè quando fazem bem perguntar , para as revistas podia ser jà hoje ! Para os seus admiradores impossivel esquecer este pequeno furacão suiço ! Cumprimentos !

  • Lis Martins

    O mais interessante é que, a Fanny, nem precisa de agir ou falar e continua a fazer notícia que vende. Impossível ficar indiferente. Com uma certa dose de irreverência, algum mistério, frontal, expressiva…mostrou e mostra um carisma pouco comum. Fanny, até quando?…Até sempre! Fanny nunca será esquecida pela sua participação num jogo (CS2) onde as palavras Lealdade e Amizade ficarão sempre associadas a ela.

  • Princesa Fanny Rodrigues, ninguém lhe é indiferente, uns AMAM outros ODEIAM!!
    Embora tenha sido a concorrente que mais controvérsia gerou no CS2 ela foi sem duvida o programa, levou o JMota ao colo até ao pódio, e era querida e amiga com todos, tendo sido considerada a mais simpática da casa…mostrou dentro e fora da casa ser fiel e amiga verdadeira, tendo por vezes sido prejudicada por “fidelidade” a grandes amigos que julgou ter!!
    Sendo ela uma pessoa frontal e verdadeira “sem papas na lingua” muitas pessoas se identificam com ela, embora muitos não o admitam, todos gostariam de ter um pouco de Fanny na sua vida!!
    Diz o que pensa e faz o que lhe parece correto, sem ter que pedir licença a ninguém…é de facto uma menina/mulher cinco estrelas, amiga, simpática, carinhosa e fiel!!
    A vida concerteza ainda lhe dará muitas alegrias pois ela merece.

  • Maria D.

    O fenómeno Fanny já ultrapassou há muito o fenómeno Casa dos Segredos!! Semana após semana tentam transformar a rapariga numa mártir, nem que para isso seja necessário inventar “notícias” ou criar falsos boatos!! Como se já não bastasse o que lhe fizeram dentro da “casa mais famosa do país”.
    Uma rapariga, completamente normal, com defeitos e virtudes … com o coração na boca e totalmente genuína… Coisa que, num mundo cada vez mais de aparências e onde vigora o politicamente correcto, soube a água fresca!! Durante o Reality Show, a produção soube fazer render o fenómeno, passando cá para fora, nos programas diários da TVI, uma imagem desta concorrente que em nada condizia com aquela que via o telespectador do canal do programa na MEO, que ia acompanhando o programa em tempo real e sem manipulações de transmissão. A Fanny Rodrigues tornou-se então uma concorrente polémica, odiada pela maioria dos que viam os Extras da TVI e amada pela maioria dos que acompanhavam o programa em directo pela MEO e que se indignavam com o sofrimento e manipulação psicológica que o dito exercia constantemente sobre uma miúda de 19/20 anos.
    A imprensa cor de rosa, neste momento, tenta aproveitar ao máximo este fenómeno e lá vai enchendo os bolsos à custa dela. As revistas que trazem a Fanny na capa são as primeiras a esgotar em qualquer quiosque e o que interessa é vender. Na falta de noticia, cria-se uma!! Quem assistiu ao programa, de uma forma ou outra, acabou por se deixar afectar por esta concorrente e agora querem saber como irá acabar a “Odisseia da Pequena/Grande Fanny”, – os que a odeiam regozijam-se com as noticias mais negativas que possam surgir e torcem sempre para que a de amanhã seja pior que a de hoje; os que a amam estão sempre na expectativa de boas noticias e a torcer que se faça justiça, que depois de tanto sofrimento surja o sucesso e a felicidade. Infelizmente, até ao presente momento, quer-me parecer que o ‘Fenómeno Fanny Rodrigues’ já deu bem mais a ganhar a outros do que à própria!!
    Eu, pessoalmente, não gosto de ver ninguém a servir de saco de pancada à malicia dos outros e confesso que gostaria de ver esta menina/mulher a ter a oportunidade de mostrar o quão talentosa consegue ser. Bem mais que outros colegas de concurso a quem essas oportunidades têm sido oferecidas de bandeja!! A Fanny não teve a mesma “sorte” e até ao momento ainda não surgiu a tão esperada oportunidade, daí ainda não ter podido fazer, como o autor do texto fez notar, grande coisa “que contribuisse para a cultura, a saúde, o desporto, nem mesmo para a música”. Contudo, serviu para entreter muita gente (e continua a entreter) e meter um sorriso na cara de outros tantos (e continua a meter). Além de que trouxe até aos nossos ecrãs algo a que já não estávamos habituados a ver nos mesmos: genuidade, carácter e amizade. Anseio pelo seu regresso, na TVI ou em qualquer outro canal!! E à Fanny Rodrigues não desejo nada menos que o melhor que o mundo tem para lhe dar.

    • jgs

      Eu vi o canal 12 do MEO e o que vi foi uma miúda mal educada que se metia nas discussões dos outros, não respeitava as regras e nem era penalizada.

      • pedro

        então troca de tv ou de oculos, porque parece que nao viste os outros serem assim tambem. faltas de educaçao e desrespeito por regras houve da parte de todos (os que se mexiam, pelo menos) e todos tiveram sempre sançoes, ela tambem as teve. fazem de uma o diabo e dos outros santos, uma conversa que já cansa, pah…

    • paulo

      Só agora li isto e continuo a subscrever o que escreveu.
      Muito ganharam a TVI e as revistas à custa desta jovem. Fez um Mota e um Dioguinho e fez-nos sorrir e rir e até emocionar com tanta genuinidade. Podia ser espalhafatosa mas nunca foi rancorosa. Obrigado Fanny pelos bons momentos.
      Investe em ti, nos teus estudos e não esmoreças nunca.

  • Fernanda costa

    Claro a nossa princesa e um fenómeno da natureza nunca será esquecida. Vão falar sempre dela forca chocolatinho suíço

  • Inês

    Lol.. venho do futuro.. pelo menos há mais 11 meses pela frente e só agora está a começar. A Fanny é uma figura incontornável e muito dificilmente será esquecida. Eu pessoalmente sei que nunca a vou esquecer é a Fanny e pronto! 😉

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close