Falar Televisão

Está a chegar… Mais do mesmo!

Estamos de volta para mais um Falar Televisão! Para esta noite de quinta-feira decidi falar na falta de variedade e originalidade na programação televisiva em Portugal, principalmente dos privados.

É já conhecida a data de estreia da quinta temporada do famoso talent-show da SIC, Ídolos. Depois do final da segunda edição da Casa dos Segredos estreou na TVI, no passado domingo, A Tua Cara não me é Estranha, conduzido por Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira e, tal como já é conhecido, são muitos os famosos portugueses a interpretarem grandes vozes da música nacional e internacional. Foi também na TVI que, há cerca de duas semanas, estreou a nova novela Doce Tentação, um sucesso de audiência, tal como já era de esperar. O canal de Carnaxide, trouxe para a sua programação no início do novo ano programas como Até à Verdade, Dr. White e Ganha Num Minuto. Antes do final do ano surgiu também Gosto Disto!.

João Manzarra e Cláudia Vieira, que se encontra em gravações para a novela Rosa Fogo, preparam já a quinta edição de Ídolos. Com a data do primeiro casting já marcada, esta é uma corrida contra o tempo para que tudo esteja pronto a receber os jurados, participantes e apresentadores. Mas valerá tudo isto a pena?

São muitos os formatos que estão há muito gastos na televisão portuguesa. Um deles, no meu ponto de vista, é o mencionado no parágrafo anterior. Será este o caminho certo a seguir para quem quer ou sonha com uma carreira musical? Não será este um programa demasiadamente seletivo? São muitos os ex-participantes que passam uma imagem não muito positiva daqueles que são os critérios de seleção dos jurados. Será esta quinta temporada um novo sucesso ou passará despercebida? Temos de esperar para saber de igual forma o que estará a concorrência a preparar.

O canal de Pinto Balsemão lançou Gosto Disto! e Ganha Num Minuto para alegrar o povo português e distraí-lo das dificuldades que todos atravessamos. Assim, o primeiro é, a meu ver, um projeto ganho. Apesar de não ser um formato muito criativo temos de admitir que surpreendeu e, em valores audiométricos está muito bem! Mais ou menos no mesmo patamar está o programa apresentado por Marco Horácio: formato pouco entusiasmante, mas que na prática mostrou ser capaz de cativar algum público, mesmo que só nas noites de domingo.

Quanto ao programa da TVI, depois de ter assistido à sua estreia, achei que se aproxima muito do que foi feito por Herman José em Nasci P’ra Cantar. Teve, de certa forma, a sua piada, no entanto não me surpreendeu. É, como os programas antes referidos… mais do mesmo.

Teremos, ao longo de 2012, programas que se afastem do que já é conhecido? Na TVI penso que não irá acontecer, pois ao ser a estação líder, há uma certa limitação quando se fala em arriscar em novos projetos. Pelo contrário, não é isso que tem acontecido com SIC que, como canal privado em busca da liderança, se tem esforçado, na minha opinião em vão, para mostrar novos conteúdos e formatos que entusiasmem o público. Não quero com isto dizer que o que se faz é mal feito. Gostava de ver mais apostas em formatos que realmente fomentem o conhecimento e, acima de tudo, a diversidade.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close