Falar Televisão Rubricas

Desenhos não tão animados

Falar_Televisao 2012

Lembras-te de quando a tua avó fazia a tua refeição favorita quando ias almoçar a casa dela? Recordas-te dos teus verões passados em família, no Algarve? Eu cá lembro-me é de acordar de manhã apenas para ver os meus desenhos animados favoritos.

Tenho saudades de ver o Disney Kids apresentado pelo Francisco e pela Carolina. Sinto a falta de ver as minhas séries da Disney em que as raparigas de 12 anos não eram vestidas e maquilhadas como se tivessem 18. Como uma colega minha diz «sinto saudades do tempo da Raven. Era gordinha e não havia mal nenhum.»

É evidente a carência de um BOM programa infantil nas generalistas. Onde vai o tempo que, tal como eu, as crianças acordavam cedo para ver os bonecos? Pois, não sei. Sei é em que tempo os desenhos animados e séries infanto-juvenis atingem valores de audiência miseráveis. Agora! Será que as generalistas já não sabem o que as crianças e adolescentes apreciam? Ou será que desaprenderam e já não sabem comprar produtos de qualidade e adequados à faixa etária em questão?

Agora, deixando-nos de pontos de interrogação e de perguntas retóricas, acho que, obviamente, não há problema nenhum em ver um filme da Disney aos 20 anos, de sentir a magia que esses filmes nos transmitem. Falta sim é sentirmo-nos envolvidos por esta aura tão característica dos filmes da Disney, mas também dos da Barbie, nas séries transmitidas todos os fins de semana nos canais mais vistos de Portugal.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close