Falar Televisão

Contas de Estado

Foram muitas as questões colocadas sobre a eleição de Pedro Granger como apresentador de O Elo Mais Fraco. Muitos como eu, colocaram em causa a contratação do também ator, numa altura em que a estação pública atravessa uma “crise de privatização”. Outros tantos, não perceberam o porquê de escolher um novo profissional da televisão quando, na realidade, já existiam tantos na RTP1. A verdade é que, nem todas as declarações dadas à TV Guia por Pedro Granger correspondem a uma verdade absoluta. Sim, de facto é mais complicado para um apresentador de um talk-show conduzir outro formato que tem de ser gravado diariamente, contudo quantas vezes é que Jorge Gabriel não conciliou um concurso com a Praça da Alegria? Não esquecer igualmente Tânia Ribas de Oliveira, que já deu a cara por dois programas que iam para o ar no mesmo dia: Portugal no Coração e Herança de Verão.

Achei interessante a ideia de Pedro Granger ter sido o escolhido para dar a cara pelo novo concurso da estação pública, contudo a diferença entre selecionar um profissional mais mediático e outro nos quadros da RTP1 foi nula. Os resultados foram os mesmos, porém, e neste caso, foi a produtora de O Elo Mais Fraco a contratar o apresentador.

Sim, compreendo a versão do antigo exclusivo de Queluz de Baixo, e considero que fez muito bem em expor a real situação, de forma a terminar com os boatos e falsas informações que muitos lançaram e comentaram. Eu fui um deles. Na altura, não percebi como havia ainda dinheiro para contratar Pedro Granger, ainda por mais sabendo da situação do primeiro canal. Apesar de ter errado no julgamento, a verdade é que qualquer cidadão português que pague impostos tem direito de o fazer. Se somos nós que pagamos o “possível” serviço público oferecido pela RTP1, então podemos igualmente ser nós a questionarmo-nos sobre determinadas “contas de Estado”.

Assim, e independentemente da prestação do jovem ator e apresentador, não tenho dúvidas de que o seu futuro não será na RTP1, mas sim em Carnaxide. Este Elo Mais Fraco apenas servirá para oferecer a Pedro Granger uma maior experiência, alargando assim o seu currículo na apresentação a um concurso de cultura geral. Uma boa jogada, que irá acabar, sem dúvida alguma, no canal que o colocará à frente de X Factor com outra conhecida cara da televisão nacional.

É este o meu palpite! E o seu, qual é?

  • Tiago Madeira

    qual é a outra cara???

  • Diogosantos_91

    É apenas uma aposta 😉

    Não existem confirmações, nem notícias que indiquem uma “dupla”.
    Cumprimentos,

    DS

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close