Falar Televisão

Casa de Poucos Segredos

A Casa dos (supostos) Segredos já não tem assim tanto para esconder quanto pensávamos. Aliás, até se pode dizer que alguns concorrentes falam em demasia. Quer estejamos a falar do Filipe, que abandonou a casa no passado Domingo, e que partilhou um pouco das suas frustrações sexuais, ou da Daniela P. e Pedro, que se separaram ainda com um segredo conjunto que os unia, o certo é que muitas têm sido as revelações que nos têm deixado de boca aberta e olhos colados ao ecrã.
As divisões na casa são cada vez mais evidentes e a pressão faz-se sentir a cada dia que passa. Por outro lado, os grupos reforçam-se e unem-se, delineiam estratégias e formas de jogar pouco convencionais.

Após a gala de Domingo, Teresa (uma das concorrentes que digo com todas as letras que não gosto), teve a ousadia de dizer que seria chato ter de levar com o João F. mais uma semana dentro da casa. Ora o que muitos podem interpretar como honestidade, o ser directa, etc., eu interpretei como uma má educação e como falta de tato. Se tinha algo a dizer, poderia tê-lo dito em privado e sem aquele espetáculo todo que só prejudicou a sua já frágil imagem (está nomeada esta semana).

Marco e João M. parecem dois adolescentes, querem todas (entenda-se, as concorrentes que mais vezes os rondam) e não querem nenhuma. Dois triângulos que podem levá-los mais longe no jogo, o que já perceberam. Satisfeitas ficam elas, que neste jogo de corações e sedução podem mostrar o que valem aos Portugueses.

Paulo tenta “segredar” aos colegas falsas pistas e partidas, que os intrigam e metem em alvoroço. Uma boa estratégia, mas ineficaz a longo prazo. Carlos, Daniela S., Fanny e outros estão mais recolhidos e mais concentrados no jogo. Não se dispersam tanto em termos de estratégia e esperam o momento de ‘atacar’. Miguel já se pronunciou sobre estar preparado para ir à luta, o que quer que isso signifique. Algo me diz que o jogo vai em breve ficar mais interessante.

Aguardamos para ver como esta semana vai decorrer. Esperemos que a sensatez impere e que os Portugueses façam uma escolha sábia, no que diz respeito a expulsões.

  • Anónimo

    Concordo. Para mim os melhores concorrentes são aqueles que o Joel diz achar mais recolhidos (Daniela S. e Carlos). Para mim são aqueles que estão lá para jogar e para vencer. Não são como alguns que andam lá só para fazer amizades e para ter uma história para contar aos netos. Não! Eles estão lá para jogar e admitem-no! Eu gosto desse tipo de concorrentes. Para mim quem devia de vencer é a Daniela S. E quem devia de sair no próximo domingo, na minha opinião, é a Cleide. Alias, acho que nem os concorrentes nem telespectadores vão sentir a sua falta, uma vez que ela passa despercebida. Acho que ela não faz falta nem à casa nem ao jogo.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close