Falar Televisão

Bravo, Maria!

Todos os anos, a tradição mantém-se. Rock in Rio é sinónimo de sintonizar nos canais temáticos da SIC. Chamem-me maluco, doido, mas a verdade é que tenho um especial gosto em acompanhar as emissões televisivas a partir do terreno. Melhor seria se eu próprio, mas como isso já é pedir muito, limito-me a ver os profissionais a dar cartas.

Este ano não foi exceção e, sexta-feira, lá estava eu sintonizado na SIC Radical. Fiquei surpreendido quando vi Maria Botelho-Moniz na condução da emissão. Quer dizer, a bem da verdade, creio que foi um justo prémio. E, como eu próprio talvez não esperasse, surpreendeu-me. E muito. Pela positiva. Segura, com o total controlo da emissão. Bem nos pivôs. Excelente nos momentos de “encher chouriços”. Resumindo: com a lição bem estudada. Ninguém diria que se dedicava à apresentação há menos de um ano.

De facto, os últimos tempos têm sido de muito crescimento para Maria Botelho-Moniz. A cada dia que passa vai mostrando que conseguiu crescer e adaptar-se ao que é, afinal, o Curto Circuito. Não quis adaptar o programa a si. Quis adaptar-se ao programa. E pode, na minha modesta opinião, ser um caso grande de sucesso daqui para a frente.

Sem menosprezar o trabalho de qualquer um dos envolvidos na mega emissão da SIC Radical, daqui seguem os meus parabéns para Maria Botelho-Moniz. E quero vê-la crescer ainda mais!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close