Falar Televisão

Blanco mais Blanco

FalarTelevisãodestaque

FalarTelevisãodestaque

Estreou esta semana a nova produção e a grande aposta da ficção da estação de Carnaxide. À primeira vista saltou-me aos olhos o nome de Rita Blanco a encabeçar um elenco que promete deliciar os amantes da arte de representar.

Sou fã confesso da atriz e da mulher, mas deixando a segunda parte um pouco de lado, é na atriz que pouco se aventura em novelas, por quem nutro maior simpatia e admiração. O talento e a mestria camaleônica desta super atriz realmente transcendem-me. Se é no cinema que mais vezes tive oportunidade de ver esta excelência não posso perder esta chance de saudar a estação de Carnaxide de voltar a apostar na atriz e voltar a levar à maior parte dos portugueses o talento magno de Rita Blanco capaz de fazer rir e chorar provando que a monotonia é coisa que não lhe assiste.

De que adianta a algumas grandes atrizes povoaram o pequeno ecrã com personagens lineares que pouco ou nada acrescentam à ficção que um dia São José Correia criticou admitindo fazer parte deste sistema obsoleto. De que serve fazerem até duas personagens, queixarem-se infinitamente do cansaço que contribui para o marasmo que a maioria das novelas portuguesas se encontra mergulhado.

É bom rever-me e poder ser assim representado com as devidas diferenças e usufruir do que é ser um bom ator. Porque como sempre ouvi dizer papeis há muitos e eu é que não sou palerma.

  • Peter Pink

    Embora nunca tenha visto a novela, subscrevo os elogios a RB. Parabéns pela crónica.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close