Falar Televisão

Apresentação ou promoção?

As promoções a esta segunda temporada da Casa dos Segredos continuam. Assim sendo, os portugueses podem contar com os diários de Mónica Jardim às 18h30, de Leonor Poeiras às 21h30 e, por fim, de Iva Domingues, depois das 00h00. Ainda de referir a presença de Teresa Guilherme, aos domingos e às terças-feiras, na TVI. Até aqui, tudo bem. A questão coloca-se quando o primeiro diário da tarde se transformou numa autêntica promoção ao reality-show de Queluz de Baixo.

Por exemplo, no dia de hoje, Mónica Jardim entrou para o ar às 18h35, terminando o seu trabalho às 18h40. Se, no início, o formato tinha uma duração compreendida entre os 20 e os 30 minutos, atualmente ele não chega aos 10.

Assim, a interatividade prometida pela apresentadora em meados de setembro no Facebook, a resposta às perguntas dos fãs, as imagens que iriam ser mostradas ao final da tarde, foram substituídas por uma ligação em direto e o lembrete dos números de telefone para os quais os portugueses devem ligar para expulsar um dos concorrentes nomeados.

Lembro-me igualmente que, de segunda a sexta-feira, Mónica Jardim lançava a “pergunta do dia”, verificando igualmente qual dos perfis tinha sido o mais visitado até então. Apesar de considerar que o Diário da Tarde não é tão composto como os restantes, faria sentido ao longo de uma meia hora, dando as principais notícias do dia aos telespetadores.

Para além de ser uma falta de respeito pelos os telespetadores, é uma falta de consideração pela apresentadora. Depois de ter sido aposta da estação de Queluz de Baixo para um programa, verifica-se agora uma transformação do mesmo por um “picar do ponto”. Assim, e infelizmente, Mónica Jardim acaba por fazer o que qualquer voz-off tem a capacidade de realizar.

No passado, o trabalho da apresentadora era interessante contudo, e neste momento, acaba por ser dispensável.

Se a direção de programas do canal da Media Capital não pretendia iniciar esta jornada no horário das 18h30, então seria mais inteligente apostar-se apenas numa ligação à casa mais vigiada do país durante alguns minutos, em vez de nomear uma profissional para conduzir um formato sem essência.

É pena…

  • Tiago Madeira

    Concordo o diário da tarde estava muito bem quando não havi a repetição dos mca e até tinha melhores audiencias e agora temos um diario da tarde que não tem nada de concreto e uma repetição que não interessa a ninguem e detalhe: ambos com resultados horrendos!!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close