Falar Televisão

A vergonha dos segredos

Secret Story é um daqueles programas que gera polémica e interesse por parte de todos, desde das simples conversas de café, metro, imprensa, notícias, blogues, redes sociais, etc. Se muitos portugueses vibram com as aventuras dos segredos, muitos são também aqueles que dizem não acompanhar o programa. A verdade é que mesmo os que dizem não ver Secret Story sabem tudo o que por lá se passa. Aliás, eu diria que a esmagadora maioria dos portugueses vê com alguma frequência o programa, parece é recear admiti-lo.

Eu coloco esta situação no mesmo patamar das novelas, em que (vamos ser sinceros) toda a gente vê ou viu recentemente uma novela, mas raramente o admite. Os reality shows como Secret Story e as novelas acabam por ser os “enteados” das grelhas televisivas, ou melhor dizendo “amantes”, pois são adorados, algumas vezes, em segredo (sim!). Terá isto a ver com a qualidade que apresentam? Ou serão simplesmente guilty pleasures que cada um tem (e obviamente é livre de ter)?

Quanto à qualidade tenho uma opinião bastante vincada, mas não vou entrar por aí. Não haja dúvida que muitas vezes as pessoas não querem pensar, simplesmente descontrair ao ver televisão, ou então é mesmo a coscuvilhice que fala mais alto e o viver a vida das outras pessoas também tem o seu peso. Secret Story (assim como outros programas) é criticado por tudo e por nada, mas a verdade é que as pessoas vêm, dão-lhe audiências, portanto continua a existir.

Enquanto assim for, vamos todos continuar na ignorância, sem saber o que é um alpendre… mas a Teresa Guilherme, essa sim, estará sempre imparável.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close