Falar Televisão

A ficção ganhou uma casa

Chegou ontem, finalmente, a TVI Ficção, um dos canais que a TVI preparou para lançar nos últimos tempos. Ainda sem a +TVI, que é o projeto pelo qual mais anseio ver chegar, está na altura de analisar as primeiras 24 horas de emissão do canal que ganhou a posição 11 da grelha do MEO.

As duas horas e meia da festa de lançamento no Alcântara Café deram início à transmissão dos conteúdos do que melhor a TVI produziu ao longo dos últimos anos. Com os triunfantes Luís Esparteiro, Fernanda Serrano, Felipa Garnel e Laura Galvão, a festa foi simples e nada de original, contando com as habituais conversas de passerele e com a apresentação dos programas criados de raiz para a TVI Ficção.

A aposta neste tipo de canais é cada vez mais usual em Portugal, com o visível crescimento do Cabo no panorama televisivo português. E é importante para a valorização do trabalho realizado pelos que dão e os que não dão a cara pela ficção portuguesa.

Há um ponto negativo, para mim, a considerar – a grelha do canal. Já era de esperar (obviamente) a repetição de séries e novelas que a TVI exibiu, mas é mau demais repetir, no decorrer do dia, repetições da repetição dos produtos fictícios.

De destacar ainda a visibilidade que creio que a TVI Ficção irá ter diante do público português. Nos primeiros tempos é imensa a curiosidade e haverão certamente resultados positivos, mas com o passar do tempo o público cansar-se-á de recordar os êxitos da ficção da TVI. Em suma, haverá um longo caminho a percorrer para a implantação da TVI Ficção no Cabo.

Com a casa de ficção portuguesa aberta, quero ver chegar a +TVI, que promete, na minha opinião, dar muito mais que falar…

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close