Falar Televisão

A cara que é inimitável

Chegou ontem ao fim a primeira temporada do programa de sucesso da TVI. E, depois de uma semana tremida, com a estreia do Ídolos, novo resultado completamente arrasador para a concorrência. Quase o dobro da audiência do concorrente direto é “obra”, como se diz na gíria.

Para a semana vêm novas caras e aí vamos ver se o programa se aguenta. Já não haverá João Paulo Rodrigues, mas há Luciana Abreu. Romana também fica em casa, mas vem Dora. Toy vai deixar de encantar, mas no seu lugar estará José Raposo. Merche Romero vai ocupar o lugar de Daniela Pimenta, enquanto Micaela fica com o de Maria João Abreu. Sónia Brazão perde o seu lugar para Sílvia Rizzo e Paulo Vintém passa o testemunho a Fernando Fernandes. Já Mico oferece a sua posição a Manuel Melo. Até aqui, podem parecer comparações sem nexo, mas, sinceramente, parece-me que a ideia do canal de Queluz de Baixo e da Endemol, ao juntar este elenco, passou mesmo por algo semelhante.

E aqui é que as coisas se complicam. Se a escolha de Luciana Abreu parece ser, aparentemente, a grande arma do concurso, sem dúvida que os regressos de Dora, FF e Merche Romero também vão dar do que falar. Mas mais do que o talento de cada um, é importante que exista um novo João Paulo Rodrigues, algo que, sinceramente, neste momento não me parece que seja possível. E aqui está o cerne da questão. Será A Tua Cara Não me é Estranha capaz de “sobreviver” sem o seu grande motor? Arrisco-me a dizer que sim, mas não tenho dúvidas de que a luta para com o Ídolos será mais de igual para igual. A menos que exista uma grande surpresa.

Por enquanto, é cedo para previsões, mas aguardam-se com expectativa, pelo menos da minha parte, os resultados do domingo de Páscoa. Eu continuo a ter a ideia de que a vitória vai para Queluz de Baixo, mas… É esperar para ver. E o sucesso da primeira série, esse, ninguém o tira.

  • Tiago

    Eu não via o programa por causa do JPR, gostava dele mas não via por causa dele nem de nenhum outro. Via e continuarei a ver porque gosto muito do formato e me rio imenso com ele. Quanto ao Idolos vou ver a primeira gala, se for bom excelente se for mau azar, não vejo! No Idolos 3 eu via por causa dos concorrentes porque eles estavam a mostrar aquilo que era no ATCNMEE simplesmente imitam, por muito bons que sejam a fazê-lo eu não sou fã de imitações mas sim de artistas originais!

    • Anónimo

      Porque no “Ídolos” não há imitações. Não! Aquilo são só cantores de canções originais, escritas e compostas por eles ou para eles… É uma coisa fantástica! 

      • Luisleal

        sim, sim nas outras edições não havia canções de outros artistas nem nada!
        aqui está mais um fanático por carnaxide!!
        sejam imparciais!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close