Falar Televisão Rubricas

A aproximação do povo

Falar_Televisao 2012

Falar_Televisao 2012

A conquista das audiências em horário nobre por parte da estação de Carnaxide faz com que o canal foque mais a sua atenção noutros horários da sua emissão. Agora com o público fidelizado no principal bloco a preocupação é outra. O day time é, sem dúvida, o mais preocupante para a SIC.

De manhã, de segunda a sexta-feira, o Querida Júlia – apresentado por Júlia Pinheiro – é esmagado pelo Você na TV! de Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira. O primeiro grande espaço informativo do dia, Primeiro Jornal, perde, em grande parte, para o Jornal da Uma pois leva a melhor das audiências do talk show matinal da TVI. O seguimento das audiências continua à hora do almoço com as novelas e posteriormente com o talk show da tarde. O canal de Pinto Balsemão começa a liderar a partir das 19:00, perdendo em alguns períodos.

É tudo uma questão de sequência e habituação. O que a SIC tem feito neste momento é tentar aproximar o público que não tem em diversos horários, nomeadamente no day time. Neste caso falamos do povo, as classes baixas, médias baixas. Essa grande fatia da população está concentrada na TVI pois, como disse em cima, por habituação. A introdução do Sextas Mágicas com Júlia Pinheiro à sexta-feira, o novo programa [mais pormenores aqui] de verão semelhante ao Somos Portugal, da TVI, e agora o Viv’ó Benfica – transmitido durante o dia de hoje – são as provas de que a estação quer esse público do seu lado para conseguir liderar em pleno.

Creio que não terá um caminho muito fácil pois tem do outro lado os grandes pesos pesados do day time, Manuel Luís Goucha, Cristina Ferreira e Fátima Lopes. Só o tempo o dirá. Quanto ao novo programa de domingo da SIC é esperar para ver se o público começa a preferir Rita Ferro Rodrigues a Iva Domingues e José Figueiras a Nuno Eiró e a classe alta as festas de verão das «terrinhas» espalhadas por Portugal.

Até quarta!

  • Luís Fernandes

    Ao mesmo tempo em que a SIC pretende se aproximar do público, não pode deixar com que a preferência das classes altas seja afetada. Como fazer isso é a questão.

    O «Vivó Benfica» foi um cheiro do SIC ao vivo, dos tempos em que a SIC ainda conseguia estar próxima do público e ao mesmo, ser a preferida nas classes altas e jovens. Mas não é apenas com música popular que lá vai. É com Áureas, com Filipes Pintos e etc, mas claro, com Quim Barreiros e etc.

    O QJ ainda tem potencial. Pelo menos mais do que o BT. A salvação do day-time, passa por juntar a Rita e o José à tarde e facilmente conseguem trazer de volta a liderança nesse período.

    Irónico seria se ao liderar no dt, a SIC começasse a perder em HN.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close