Estrelas na Terra

Fátima Lopes





Fátima Lopes

 

 

 

E cá estou eu novamente para homenagear mais
uma personalidade do nosso panorama televisivo. Desta vez, a visada é a
apresentadora Fátima Lopes, considerada uma das melhores apresentadores da
televisão portuguesa.

 

Fátima Lopes nasceu no Barreiro no dia 13 de
Maio de 1969. Fazendo parte de uma família muito unida, tive que se deslocar
para Maputo (Moçambique) para acompanhar o pai por motivos profissionais.

 

Após o seu regresso a Portugal (1980)
iniciou-se no desporto, nomeadamente no atletismo e mais tarde ingressou na
faculdade, no curso de Comunicação Social na Universidade Nova de Lisboa.
Apesar de não ter sido do seu agrado o ambiente que se vivia nesta
universidade, empenhou-se a fundo e tirou o curso na área de Comunicação e
Marketing.

 

Após passagem por várias empresas, acabou
por começar a relacionar-se com a SIC, passou a necessitar de estar muitas
vezes na estação de Carnaxide, cumprindo o seu trabalho, sendo, então aqui que
se veio a descobrir, por acaso (ou não!) uma das melhores apresentadoras da
nossa TV.

 

Coube a Emidío Rangel o papel de a
descobrir. Foi-lhe reconhecido de imediato o perfil indicado para uma excelente
apresentadora de televisão. Estreou-se, portanto, no programa Perdoame,
substituindo Alexandra Lencastre.

 

Seguiram-se projectos de sucesso como: All
you need is Love
(substituindo Lídia Franco); Surprise Show; Fátima
Lopes
(programa da tardes). De realçar o facto de Fátima Lopes ter
realizado um trajecto, talvez, contrário ao normal, pois começou em programas
de horário nobre, passando para as tardes e, posteriormente, para as manhãs,
onde se tornou indiscutivelmente a “rainha das manhãs”. O programas referidos
atrás, particularmente o último, permitiram-lhe ganhar experiência e à vontade
a entrevistar, sendo este talvez um dos seus pontos fortes (entre outros!).

 

Após um interregno com o nascimento da sua
filha, em 2000, Fátima regressa, mas desta vez, para as manhãs, com o programa SIC
10 Horas
, desta vez substituindo Júlia Pinheiro. Desde aí que se tem
mantido (quase) ininterruptamente nas nossas televisões, ora no seu actual
programa – Fátima – ora em projectos esporádicos de apresentação de Galas da
SIC.

 

Excluindo os projectos televisivos, Fátima
Lopes também tem vindo a apostar na sua veia de escritora (com vários livros
lançados) e também com a criação de um site bastante inovador no panorama
nacional – Fátima.tv. Para além disso, também fez recentemente uma incursão no
filme SecondLife, a estrear em breve.

 

Vemos, então, que Fátima Lopes é uma
comunicadora nata, com uma versatilidade enorme, pois tanto está a apresentar o
seu programa nas manhãs da SIC (que tem vindo a ser líder indiscutível de
audiências, tendo recentemente perdido esse estatuto) como está a apresentar
grandes galas do mesmo canal, tais como Globos de Ouro, gala de homenagem a
Camilo de Oliveira. Assim, podemos dizer que é uma apresentadora que consegue
alcançar um público muito vasto.

 

Por fim, destaco a vertente de solidariedade
que a apresentadora procura cativar em tudo aquilo que faz, criando campanhas
no seu programa, mas também fora do contexto televisivo. Apesar de ser comum
algumas figuras públicas aproveitarem-se de situações problemáticas para se
“apresentarem como solidárias”, ainda há quem o faça desinteressadamente, o que
é de louvar.

 

É por tudo isto que Fátima Lopes, uma mulher
que entrou no mundo da televisão (quase que) por acaso, se tornou numa das
figuras mais marcantes do pequeno ecrã dos dias de hoje.

 

Até daqui a 10 dias e não se esqueçam de dar
a vossa opinião no fórum.

            Diana
Casanova

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close