Esqueceram-se de Mim

Esqueceram-se de… João Pedro Cary!

Boa tarde, seja bem vindo a mais um Esqueceram-se de Mim! Neste dia, véspera de Natal, relembramos um jovem promessa no mundo da representação e da moda que foi afastado devido a supostos escândalos pessoais. Lembra-se de João Pedro Cary, pois bem, é dele que falamos esta noite.


Atualmente com 18 anos, João Pedro Cary começou a sua carreira em televisão em 2000, quando participou na série da TVI Super Pai. Com o seu talento reconhecido foi chamado para vários trabalhos, estando sem sair do ar, em todos os canais, até ao ano de 2007. Contudo, notícias de que teria sido obrigado a trabalhar doente e de supostas desavenças entre a sua mãe e as produtoras para as quais gravava fizeram com que desde então estivesse afastado da televisão.

Ainda assim, teve uma ‘última’ oportunidade em 2007, quando foi convidado a entrar na série Morangos com Açúcar. Novamente noticias que em nada abonavam a seu favor – supostamente teria provocado um incêndio na escola que frequentava – ditaram o seu afastamento da produção e, até agora, de todas as produções televisivas.


Desacreditado no mundo da televisão, prosseguiu os seus estudos tranquilamente, até que no ano de 2010 surpreendeu tudo e todos ao concorrer ao concurso da SIC Achas Que Sabes Dançar?, onde mostrou o resultado do seu estudo e todo o seu talento naquela vertente artística.

Apesar de não chegar aos finalistas mostrou que nem mesmo tudo o que fez ou lhe apontaram foram motivo para desistir de perseguir os seus objectivos.

Jovem e com uma já longa experiência em televisão é triste ver que falsas notícias podem assim arruinar um futuro que se previa brilhante. Ainda assim, mesmo com a falta de convites para qualquer tipo de trabalho, ainda é possivel ter esperança de que um dia, alguma estação televisiva lhe abra novamente as portas e descubra que afinal, o talento do jovem ator é o que deve prevalecer face às críticas que lhe apontam ou aos erros que possa ter cometido.

Afinal, muitos bons atores já erraram e não foi por isso que os deixamos de ver actuar.

Anselmo Oliveira

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close