Cine-Opinião

“Morning Glory”

Bem-vindo a mais um Cine-Opinião, a sua rubrica semanal de cinema. Hoje vamos falar de um filme que já tem mais de um ano, mas que não é por isso que merece menos passar por este espaço. Falo-vos de Morning Glory, um filme protagonizado por Rachel McAdams e que conta com um elenco de luxo.

Título Original: Morning Glory
Ano de Lançamento: 2010
Diretor: Roger Michell
Roteiro: Aline Brosh McKenna
Categoria: Comédia | Drama | Romance
Origem: EUA

Elenco:
Rachel McAdams como Becky
Harrison Ford como Mike Pomeroy
Patrick Wilson como Adam Bennett
Diane Keaton como Colleen Peck
Jeff Goldblum como Jerry Barnes
Patrick Wilson como Adam Bennett

Se tivéssemos de atribuir uma categoria a este filme, muitos tenderiam a apelidá-lo de comédia romântica. No meu entender, Morning Glory vai além da comédia romântica, com a história a centrar-se não tanto na relação amorosa, mas sim, numa relação de colegas num programa de televisão.

Essa relação é protagonizada essencialmente pela Rachel McAdams, que desempenha o papel de Becky, bem como Harrison Ford, enquanto a “terceira pior pessoa do mundo” – Mike Pomerey. Becky depois de ser despedida do seu anterior emprego é contratada para tentar “reerguer” as audiências do programa matinal Day Break, que conta com Colleen (Diane Keaton) como única apresentadora. O alinhamento esse é semelhante a qualquer programa matinal da nossa televisão, mas as audiências, essas é que vão de mal a pior.

É então que Becky decide contratar o famoso Mike Pomerey para co-apresentador. Este mostra-se contrariado perante a ideia, mas acaba por aceitar pelo dinheiro que lhe é oferecido. No início tudo se mantém na mesma e o programa fica em risco de ser cancelado. Mas também como na vida real, é a polémica que atrai audiências. De facto, Colleen e Mike não se dão nada bem, e quando estes passam a “discutir” no ar, os números sobem… mas e quando passam a entrar em aventuras? Bem, aí sim, disparam!

O interesse deste filme está essencialmente no facto de que nos permite ter uma visão leve daquele que é o trabalho dos produtores dos programas televisivos. Apesar de se tratar de uma espécie de caricatura, vemos que tem muitos traços da realidade e permite-nos, portanto, de certa forma, aprender um pouco (algo que os programas matinais da televisão portuguesa também poderiam melhorar, até).

Tal como já foi referido, os nomes que compõem o elenco são de excelência, mas o seu desempenho não fica atrás. Apesar de, na minha opinião, a química entre a Rachel McAdams e Harrison Ford não ser algo notável, estes conseguem suplantar essa lacuna com os seus desempenhos individuais. Para além disso, também a veterana Diane Keaton está imparável no seu papel de apresentadora de televisão.

Em suma, trata-se de uma filme a ver para os apaixonados pela caixinha mágica, mas também por aqueles que se queiram apenas divertir durante 2 horas. Morning Glory é leve, engraçado e com uma história interessante. A não perder, tal como se pode ver pelo trailer do filme apresentado em seguida.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=s9lWUqraDoU]

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close