Cine-Opinião

«A Gaiola Dourada»

cine opiniao 2012

cine opiniao 2012

 

 

Dado que estamos no verão e na chamada silly season esta semana no Cine Opinião decidi debruçar-me sobre o filme que tem levado muitos portugueses às salas de cinema e que já foi visto por 300.000 espetadores – A Gaiola Dourada.

Num dos melhores bairros de Paris, Maria e José Ribeiro vivem há cerca de 30 anos na casa da porteira no rés-do-chão de um prédio da segunda metade do século XIX. Este casal de imigrantes portugueses é querido por todos no bairro: Maria uma excelente porteira e José um trabalhador da construção civil fora de série. Com o passar do tempo, este casal tornou-se indispensável no dia-a-dia dos que com ele convivem. São tão apreciados e estão tão bem integrados que, no dia em que surge a possibilidade de concretizarem o sonho das suas vidas, regressar a Portugal em excelentes condições, ninguém quer deixar partir os Ribeiro, tão dedicados e tão discretos. Até onde serão capazes de ir a sua família, os seus vizinhos e os patrões para não os deixarem partir? Mas estarão, a Maria e o José, verdadeiramente com vontade de deixar França e de abandonar a sua preciosa gaiola dourada?

Quando pensamos que é apenas mais um filme tipicamente português eis que Ruben Alves se revela uma ótima surpresa, ao conseguir aliar humor e emoção e ao conseguir através destas personagens criar um misto de sentimentos porque acho que rimos e choramos com coisas tão “nossas” que acaba por ser tocante. Os clichés são mais do que muitos, mas são utilizados de forma perspicaz, apelando à tradição portuguesa espalhada pelo mundo – o bacalhau, o fado ou o futebol não faltam.

O realizador luso-francês inspirou-se na sua própria experiência para dar vida ao filme, a história base do filme é relativamente simples e sem grandes complicações mas acaba por ser muito bem sucedido pelo humor leve que imprime e pelo facto do público se identificar com muitas das situações ali descritas. Destaque ainda para a banda sonora excecional de Rodrigo Leão e como não poderia deixar de ser para o desempenho fantástico de Rita Blanco e Joaquim de Almeida que dão vida a Maria e José e de Maria Vieira como Rosa que diverte imenso no filme.

 [youtube http://www.youtube.com/watch?v=uwXp0ZhXAoY]

 

 

 

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close