Cine-Opinião

Crazy, Stupid, Love

E o Cine-Opinião está de volta com uma comédia divertidíssima e com um elenco de luxo. Falo de Crazy, Stupid, Love que conta no elenco com Steve Carell, Ryan Gosling, Emma Stone e Julianne Moore, entre outros. A diversão e risada está garantida com esta comédia romântica. Para já, veja a ficha técnica deste filme que estreou no mês de Setembro no nosso país e depois prosseguimos para a análise do filme, como habitualmente nesta rubrica d’ A Televisão.

Título: Crazy, Stupid, Love

Título em português: Amor, Estúpido e Louco

Ano: 2011

Elenco: Emma Stone, Ryan Gosling, Julianne Moore, Steve Carell, Marisa Tomei, Kevin Bacon, Joey King, Analeigh Tipton, Josh Groban

Direção: Glenn Ficarra e John Requa

Trailer:

http://www.youtube.com/watch?v=eK68Y3oMEk8

Como já referi, Crazy, Stupid, Love oferece-nos momentos de risada inesquecíveis, mas não se resume ao riso desenfreado. Na realidade, também explora as dinâmicas de um casal que se deixou acomodar à rotina e que está em crise. Steve Carell desempenha o papel de marido e, devido à traição da mulher (Julianne Moore), vai em busca da sua virilidade, recorrendo para isso ao aconselhamento do jovem mulherengo que é magnificamente desempenhado por Ryan Gosling (demonstrando a excelente fase que tem atravessado).

Os ingredientes são portanto os normais, um homem de meia idade que tem de recomeçar a sua vida sentimental e um outro jovem que o tenta ajudá-lo a esquecer a mulher com outras mulheres (sim, plural!). O primeiro é sentimental enquanto o segundo quer é divertir-se. Escusado será dizer que eventualmente existe uma inversão de papéis… mas esta é inesperada do ponto de vista do enredo, não pense que acabei de estragar a surpresa.

Apesar de estar incluído na categoria de comédia-drama romântica, a verdade é que se trata de um filme muito dinâmico e que nos permite ter umas horas de diversão pura e descomprometida. Steve Carell está no seu habitat natural, mas os outros atores nem tanto e posso dizer que o desempenho é fenomenal. Existem situações absolutamente geniais, o que não quer dizer que não haja previsibilidade (afinal de contas é uma comédia… e romântica), mas vale pelo entretenimento que nos oferece. Dito isto, sugiro que, se ainda não o fez, veja este filme e deixe-se levar por esta onda de boa disposição de Crazy, Stupid, Love, pois vale a pena, quanto mais não seja para ver alguns atores num registo um pouco diferente mas hilariante.

Depois desta sugestão de uma comédia, para a semana pode contar com um filme dedicado à época natalícia. Quarta-feira estamos de regresso para mais um Cine-Opinião. Até lá, bons filmes.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close