Cine-Opinião

Captain America: The First Avenger

Se a caixinha mágica consegue ser muito fascinante, também o grande ecrã dos cinemas nos consegue cativar e desiludir, dependendo da qualidade do filme a que estejamos a assistir. Esta semana, no Cine-Opinião vou analisar um filme que já não está em cartaz mas que me cativou muito por ser apreciadora do género de filmes que envolvem super-heróis. Falar-vos-ei da adaptação para o cinema do Captain America: The First Avenger (Capitão América: O PrimeiroVingador) que estreou este ano. Mas como já é habitual, vejamos primeiro a ficha técnica e trailer do filme.

Nome: Captain America: The First Avenger

Nome em português: Capitão América

Ano: 2011

Realização: Joe Johnston

Elenco: Chris Evans, Samuel L. Jackson, Hayley Atwell, entre outros.

Data de estreia em Portugal: 4 de agosto de 2011

IMDB

Trailer:

http://www.youtube.com/watch?v=-J3HfllvXWE

Captain America conta a história de um jovem – Steve Rogers (Chris Evans) – que quer ir para a guerra mas não cumpre os requisitos físicos para tal incursão. Assim, acaba por ser alvo de uma experiência científica que o faz ficar fisicamente mais resistente e apelativo (sim!). O objetivo da sua criação era para dar ânimo às tropas americanas que estavam na guerra, mas a realidade é que acaba por fazer muito mais do que isso, intervindo nas missões.

Já referi que se trata de um filme de super-heróis, pelo que a história foge pouco do habitual neste género, mas como apreciadora gostei de ver como o enredo se desenvolveu, mas particularmente a junção de momentos de comédia, extremamente divertidos, com ações mais dramáticas e que acabam por puxar à lágrima… até a forma como acaba foi de facto inesperada embora deixe espaço para uma sequela (nota: veja o filme até depois dos créditos).

Os atores estão muito bem nos papéis que lhes foram destinados. Quando digo destinados é mesmo a palavra certa para descrever o seu desempenho, pois é de uma naturalidade e à vontade muito grande. Este, quanto a mim, é um dos aspetos mais importantes em qualquer filme – a química entre os atores. Aqui essa é elevada e acaba por tornar Captain America mais “believable”.

Para além disso, existem paisagens e sequências de ação absolutamente maravilhosas. Embora eu não seja grande entusiasta dos filmes em 3D tenho que reconhecer que houve uma considerável evolução face aos filmes que eu tinha visto anteriormente, mas confesso que se fosse em 2D também não era por isso que me faria achar o filme pior.

Apesar da história algo banal neste tipo de filmes, considero que são umas horas bem passadas, em particular para os apreciadores das histórias de banda-desenhada. Tem humor, drama, ação e suspense, assim como uma pequena dose de romance. Basicamente, um conjunto de características que me entusiasmam e são particularmente interessantes no verão, época em que estreou o filme, mas não só. Aconselho a ver Captain America! Vale a pena ver a história de banda-desenhada ser transportada para o grande ecrã!

Para a semana há mais filmes aqui n’A Televisão. Até lá!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close