Audimetria Semanal

Audimetria Semanal (95)

Inicia-se a partir deste momento a nonagésima quinta edição da Audimetria Semanal. A caminhar para as cem, a rubrica dos sábados à noite d’A Televisão volta a salientar os principais destaques audiométricos da televisão portuguesa nos últimos sete dias. Fique ainda a saber o que viram as classes A/B na semana entre 30 de janeiro e 5 de fevereiro, e dê a sua opinião sobre as minhas escolhas.

Está preparado para mais uma viagem no mundo das audiências? Sim? Então seja bem-vindo à Audimetria Semanal!

Out

Dura, dura e dura… As apostas da SIC para as manhãs de fim de semana continuam a passar despercebidas para os telespetadores. Se muitos não percebem em que capítulo se encontra Lua Vermelha, outros tantos não entendem o porquê de se continuar a apostar na repetição de Rebelde Way. Os fracos resultados que o terceiro canal obtém no horário matinal de sábado e domingo apenas vêm reforçar a boa prestação da TVI.

Por exemplo, no dia 5 de fevereiro, Rebelde Way ficou-se pelos 14,7% de share e Lua Vermelha não foi além dos 15,8%. Já o segundo episódio de Inspector Max, que concorreu com a série protagonizada por Joana Alvarenga, Joana Anes, Nélson Antunes e Pedro Barroso, registou uma quota de mercado superior a 26,1%. Se estes números não são suficientes para os maus resultados da SIC se comprovarem neste horário, então relembro os do dia anterior. Afinal, a audiência de Inspector Max foi de tal forma superior, que levou este produto a aproximar-se do top dos quinze programas mais vistos do dia.

Aqui fica a ideia: e que tal apostar-se na repetição de Médico de Família para as manhãs de fim de semana da SIC?

Surpresa

A estreia de Sexta às 9 correu bem à RTP1. Já se sabe que a estação pública tem dificuldades em captar a atenção dos telespetadores com formatos de entretenimento ou séries portuguesas a partir das 21h00. Assim sendo, a solução passa por prolongar a audiência do Telejornal para outros produtos de informação que se sigam no horário nobre. A aposta em Sandra Felgueiras foi inteligente, e as audiências não poderiam ter sido melhores.

Afinal Sexta às 9 atingiu os 11,2% de audiência média e 26,6% de share no dia de ontem. Depois de Nuno Santos ter dado cartas com um especial sobre os idosos na semana passada, a direção de programas da RTP volta a apostar num formato que alia a informação e investigação.

A verdade é que nesta sexta-feira a estação pública ascendeu ao terceiro lugar nas audiências, ultrapassando a SIC, com uma média diária de 23,1%. Não será esta a resposta para o primeiro canal se tornar mais competitivo?

O Destaque

Depois de uma estreia nada auspiciosa, no último sábado o telefilme da estação de Queluz de Baixo surpreendeu com valores bastante razoáveis. Afinal, e após a alteração de Regra de Três pelo Pacto, ninguém previa que esta aposta da TVI na ficção liderasse com uma quota de mercado superior a 30%. Mais concretamente, o telefilme em causa alcançou 8,3% de audiência média e 32,1% de share, tendo sido o sétimo programa mais visto do dia. Para trás ficaram a gala d’A Voz de Portugal, Doctor White: O Caminho para a Felicidade e Até à Verdade.

Apesar de nas duas últimas semanas os resultados não terem sido os melhores, O Pacto provou que, afinal, os telefilmes ainda têm muito para dar na grelha de programa da estação de Queluz de Baixo, assim como na de audiências.

Como será a prestação de Um Pequeno Desvio?

Estás aí?

Para além do jogo de futsal  entre a seleção nacional e a italiana para o campeonato da Europa, esta semana o destaque vai para a série Anatomia de Grey. Depois de um longo historial no segundo canal, a verdade é que a produção da ABC tem ficado bastante próxima dos outros conteúdos da grelha de programação do mesmo. Por outras palavras, se no passado Anatomia de Grey conseguia alcançar audiências razoáveis, atualmente não passa de uma mera aposta da RTP2.

Por exemplo, na última terça-feira a história de médicos norte-americana não foi além de 1% de rating e 3,2% de share, um resultado muito à quem das expetativas.

Se não tivesse sido o desporto, provavelmente o segundo canal não conseguiria ter alcançado uma quota de mercado de 4,9%.

Afinal, qual a razão para que as séries já não resultem nas noites da 2?

O que veem as classes A/B

Na semana entre o dia 30 de janeiro e 5 de fevereiro, as classes com maior poder de compra em Portugal deram primazia ao futebol na altura de ligar a televisão. Assim sendo, a partida entre o Sport Lisboa e Benfica e o Marítimo obteve 19,3% de audiência, afastando-se da concorrência. Destaque igualmente para Telejornal, com 11,7%, A Tua Cara Não Me É Estranha, com 10,6% e, por fim, Gosto Disto!, com 10,1%.

Até para a semana!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close