Audimetria Semanal

Audimetria Semanal (90)

Boa noite. A Audimetria Semanal chegou à sua nonagésima edição. Por outras palavras, há cerca de noventa semanas que se comentam as audiências dentro e fora d’A Televisão. Para comemorar, os destaques de hoje voltam a centrar-se nos quatro programas que marcaram a grelha de programação das generalistas.

Assim sendo, resta desejar-lhe uma boa leitura e, quem sabe, um Like nesta rubrica!

O Destaque

O primeiro Destaque deste novo ano vai para a RTP1. Na área da Informação, a estação pública apostou num documentário conduzido por Sandra Felgueiras e António Esteves, com o objetivo de perspetivar 2012. Os medos, as incertezas, as garantias do futuro, a crise, as diferenças entre os mais “ricos” e os mais “pobres”. 2012: O ano que ninguém quer surpreendeu os telespetadores, tendo captado a sua plena atenção.

Em números, esta aposta alcançou 11,1% de audiência média e 24% de share, tendo beneficiado igualmente do lead-in do Telejornal: 13,5% de rating e 31,9% de share. Com o quarto lugar na tabela dos cinco programas mais vistos assegurado e coordenado por Rosália Salgueiro, 2012: O ano que ninguém quer tornou-se muito interessante, destacando vários aspetos da vida pública. Afinal, este ano pode ser de oportunidades, sendo apenas “preciso descobri-las”, tal como afirmou Tiago Queiroga.

Mais iniciativas deste género são necessárias. Apesar de a conhecida “revista de imprensa” de 2011 ser importante para reavivar a memória dos portugueses, é altura de explicar aos telespetadores o que trará 2012 às suas vidas.

A RTP1 voltou a somar na Informação, deixando a concorrência para trás. Aliás, muito para trás!

Out

O segundo canal apostou na exibição da série A Ferreirinha, com um elenco composto por Catarina Furtado, Filomena Gonçalves ou João Reis. Depois de ter sido transmitida na RTP1, Jorge Wemans decidiu colocar na grelha de programação esta produção. Apesar de os resultados não serem negativos, a verdade é que o corte do orçamento da estação já se faz notar no horário das 19h00.

Depois de, no período das férias, as séries estrangeiras terem completado a oferta da RTP2 ao longo dos dias, A Ferreirinha foi uma “ideia” demasiado óbvia. Infelizmente, os telespetadores parecem ter-se esquecido da série, pois a audiência média da mesma na maior parte das vezes não chegou a 1%.

Mesmo tendo feito parte dos programas mais vistos da estação pública no top 10, esta produção veio completar o seu lote das repetições. Por esse motivo, este é o Out da semana. Um Out sem qualquer novidade, surpresa ou inovação. Apenas mais do mesmo, como sempre!

 Estás aí?

Na passada terça-feira a SIC destacou-se com a transmissão do jogo para a Taça da Liga que colocou frente-a-frente o Vitória de Guimarães e o Sport Lisboa e Benfica. O jogo disputou-se naquela que é a cidade berço de Portugal. Este foi o mote para que a estação de Carnaxide alcançasse o segundo lugar no top dos canais mais vistos do dia, com 25,8% de share, apenas ultrapassada pela TVI que, neste dia, alcançou 27,3% de share.

A partida, que deu a vitória segura ao clube da Luz por 1 – 4, foi visto por mais de 1,5 milhões de pessoas, tendo registado 16% de audiência média e 37,3% de share: o programa mais visto do dia.

As vitórias audiométricas são já habituais nos jogos de futebol. Apesar disso, nem com estes resultados a SIC conseguiu apanhar a estação de Queluz de Baixo que, para além de ganhar o dia, se aproximou, neste horário, do jogo referido, com Remédio Santo.

Surpresa

Mesmo sem Cristina Ferreira, o talk-show da TVI continuou a ser líder das manhãs. Durante a semana, Você na TV! Alcançou resultados bastante favoráveis. Assim, Manuel Luís Goucha conseguiu segurar o programa no Top das manhãs, fazendo com que este se mantivesse sempre entre os mais vistos do canal.
São de realçar os resultados conseguidos na segunda-feira, primeiro programa do ano, com 4,9% de audiência média e 34,4% de share. De igual forma importante foram os resultados de quarta-feira, onde o programa atingiu os 4,3% de audiência média e 44,2% de share (recorde na quota de mercado desde a estreia). Um dos factores que pode ter contribuído para estes números foi a ida de todos os finalistas da Casa dos Segredos 2, de forma progressiva, ao programa.
Será que o programa irá surpreender os telespetadores nesta semana?
Até para a semana!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close