Audimetria Semanal

Audimetria Semanal (86)

audimetria_semanal2

Muito boa noite. Seja bem-vindo a mais uma edição da Audimetria Semanal. Todos os sábados damos a conhecer os verdadeiros destaques dos canais generalistas. RTP1, RTP2, SIC e TVI são analisadas previamente para, mais tarde, se eleger um dos conteúdos oferecidos pelas estações em causa. E se, a partir de agora, a rubrica principal dos sábados à noite alterasse o seu esquema?

É com este propósito, que lhe damos as boas vindas à octogésima sexta edição da sua Audimetria Semanal!

O Destaque

O feriado na estação de Carnaxide foi marcado, mais uma vez, pela exibição de diversas produções cinematográficas. Assim sendo, para além dos conhecidos filmes de animações, o terceiro canal decidiu exibir Hora de Ponta 2. Ora, no dia 8 de dezembro, data em que a TVI apostou numa emissão especial de Você na TV!, a propósito da Missão Sorrisso, a comédia da SIC alcançou o sétimo lugar no top dos quinze programas mais vistos do dia.

Com 8,5% de audiência média e 25,2% de share, Hora de Ponta 2 ficou igualmente à frente de Fernando Mendes, com o seu Preço Certo. Ainda assim, e tal como era de esperar, o canal de Pinto Balsemão foi ultrapassado pelo conjunto de canais temáticos (alcançou 29,3% de share) e pela TVI (registou 26,4% de share).

É caso para dizer que, nem em feriados, a estação de Carnaxide consegue alcançar um resultado mais positivo em comparação com os restantes dias da semana. Será do tempo, ou do facto de o Cabo passar a oferecer outras alternativas na programação que não existem nas generalistas?

Estás aí?

Sim, para quem não sabe a estação de Queluz de Baixo transmite de madrugada um famoso jogo de cartas, apreciado por muitos, e não percebido por outros tantos. Pokerstars, no início do feriado, conseguiu atingir uma quota de mercado significativa: quase 20% de share.

Sabendo que é após o término do horário nobre que o público das generalistas começa a fugir para os temáticos, então faz todo o sentido a estação de Queluz de Baixo apostar num formato com tal conteúdo. Para quem aprecia o poker, então esta pode ser uma boa alternativa às séries transmitidas pelos canais da FOX e da Sony, por exemplo, a essa hora.

Afinal, e para quem não sabe, entre as 00h00 e as 2h30, o Cabo tende a ter um domínio completo das audiências na televisão nacional. Basta consultar a Notícias TV desta semana para constatar tal realidade. Se a RTP2 se fica pelos 2,9%, a RTP1 pelos 10,8%, a SIC pelos 17,8% e a TVI pelos 33,3%, o conjunto dos canais temáticos consegue somar 35,2%.

A Surpresa

A surpresa desta semana vai para RTP1 e RTP2. Se, no primeiro canal, Mudar de Vida registou uma excelente performance na última segunda-feira, Californication conseguiu ser o programa mais visto da estação conduzida por Jorge Wemans no dia seguinte.

Semanalmente, Rosália Salgueiro veste a pele de uma experiência, de um passado, presente ou futuro, procurando transmitir aos telespetadores as vivências de um determinado estado ou espírito de vida. Os portugueses parecem já lhe ter dado motivos para ir mais além, na medida que na última emissão os resultados foram surpreendentes. Mudar de Vida, que tem como lema Viver e Contar, registou 12% de audiência média e 29% de share, tendo sido o terceiro programa mais visto do dia.

No que toca à série do segundo canal, que se foca na vida de Hank Moodie, também ela se destacou esta semana. Com 1,9% de rating e 6,5% de share, Californication beneficiou do lead-in de Weeds, igualmente tramitida pela RTP2 nesse dia (alcançou 1,8% de audiência média e 5,1% de share). Sendo ambas provenientes do canal norte-americano Showtime, parece-me que o segundo canal às terças-feiras consegue atingir bons resultados durante a exibição destas duas séries de culto.

Aliás, é curioso pois nenhuma outra produção alcançou um resultado semelhante aquelas que hoje estão a ser destacas na renovada Audimetria Semanal.

Out

O Out deste sábado vai para o programa conduzido semanalmente por Fátima Campos Ferreira. Numa altura em que os canais temáticos transmitem igualmente debates, embora em formato mais pequeno, exigindo, em alguns casos, a participação do público, Prós e Contras tem desaparecido do mapa das preferências dos portugueses.

A verdade é que, de ano para ano, os telespetadores dão  apenas importância a uma emissão quando, de facto, o seu tema é caraterizado por uma “atualidade atual”. Nos últimos tempos, poucas foram as que foram para o ar com este ingrediente, e que tenham chamado realmente a atenção do público.

Por exemplo, a desta segunda-feira não foi além dos 3,4% de audiência média e 13,5% de share. O programa de informação da estação pública foi, inclusivamente, ultrapassado pela prestação das novelas transmitidas durante a tarde (Ribeirão do Tempo e Direito de Nascer).

Faz sentido continuar a apostar em Prós e Contras? Afinal, a tradição pode já não ser sinónimo de qualidade!

Até para a semana!

  • Pedro Ponte

    Gostei bastante do novo formato, veio dar uma “lufada de ar fresco”! Continuem assim! 😉

  • Diogosantos_91

    Obrigado Pedro! Contamos contigo, já no próximo sábado 😉

  • Anónimo

    Também gostei desta “lufada de ar fresco” como disse o Pedro. É bom mudar. No entanto, acho que deviam de por a maneira antiga (analisando um programa por canal, por ser um bom programa ou um mau programa) e colocar esta forma depois. Ou seja, depois da analise mais tradicional nesta rubrica, veria o “Destaque”, “Estás aí?”, “A Surpresa” e o “Out” da semana na televisão portuguesa. É só uma ideia! Mas está bem assim (embora ache que com a minha ideia aumentaria a qualidade da rubrica).

  • Diogosantos_91

    Anónimo, percebo o que diz, mas um dos objetivos da “Audimetria” passa precisamente analisar os quatro canais. Já reparou que tanto a RTP1, como a RTP2, SIC e  TVI estão contempladas na rubrica de hoje?
    Na prática a Audimetria mudou, mas continua a seguir os parâmetros antigos. No futuro, os quatro canais continuarão a ser analisados 😉

    De qualquer forma, muito obrigado pela sugestão e comentário.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close