Audimetria Semanal

Audimetria Semanal (81)

audimetria_semanal2

Boa noite. Seja bem-vindo a mais uma edição da Audimetria Semanal. Pautada pelos principais destaques audiométricos, a rubrica deste sábado destaca a ficção, o talento e ainda a Informação. Assim, A Voz de Portugal, Capital, Insensato Coração e Morangos com Açúcar contam com a sua atenção e, porque não, opinião!

Com o frio a aproximar-se, espera-se que os telespetadores se aproximem igualmente dos ecrãs nacionais, sendo estes generalistas ou não. A verdade é que a audiência média de vários programas já começou a subir, o que significa um sinal verde para a RTP1, RTP2, SIC e TVI.

Quer ficar a par dos principais destaques da rubrica desta semana? Então sintonize-se com a Audimetria Semanal!

RTP1

Estreou a A Voz de Portugal. No passado sábado, 29 de outubro, a RTP lançou a sua mais recente aposta televisiva. O talent show, apresentado por Catarina Furtado promete trazer ao panorama musical vozes promissoras que podem surpreender os telespetadores. Os concorrentes contam com o acompanhamento de um júri, constituído por grandes nomes da música portuguesa (Nelson e Sérgio Rosado, Mia Rosa, Rui Reininho e Paulo Gonzo) e que podem ser uma mais valia, não só para fomento dos que participam, mas também para um aumento de audiência.

O formato iniciou com uma audiência média de 7,8% e com um share de 23,7%, sendo o segundo programa mais visto da RTP, conseguindo mesmo ultrapassar a SIC. Numa altura em que as privadas apostas nas segundas edições de Casa dos Segredos e Peso Pesado, esta Voz de Portugal acaba assim por ser uma alternativa ao dia a dia de concorrentes com excesso de peso ou de auto-estima.

Veremos como correrá a emissão desta noite. Conseguirão Catarina Furtado, os concorrentes e os mentores brilhar? 

RTP2

Estreou no dia 21 de outubro de 2010, tendo comemorado um ano de emissões há cerca de duas semanas. Emitido pela RTP2 às quintas-feiras pelas 19h30, e conduzido por Paulo Ferreira, o programa conta com um entrevistado em estúdio que comentará os principais temas da semana. Economicamente falando, este Capital vem colmatar um espaço que na televisão por Cabo já é possível acompanhar.

Sabendo que, numa televisão generalista como a RTP1, SIC e TVI é difícil existir um espaço informativo totalmente centrado numa determinada área, é muito interessante esta aposta da RTP2, ainda por mais tendo em conta que vivemos num clima de crise bastante alarmante.

Assim sendo, é necessário destacar o resultado da última emissão transmitida no dia três de de novembro. Capital foi o sétimo programa mais visto do segundo canal, alcançando 0,9% de audiência média e 2,4% de share. Apesar de não serem valores extraordinários, apenas vêm demonstrar que existem telespetadores interessados no formato (em cada 100 portugueses, mais de dois estavam sintonizados na RTP2 aquela hora).

Mais do que serviço público, uma autêntica obrigação bem construída!

SIC

Chegou a Portugal uma nova produção da Globo. A parceria entre a televisão brasileira e a SIC parece estar para ficar com cada vez mais novelas a serem transportadas para a antena televisiva de Portugal. Agora, é a vez de Insensato Coração tentar arrebatar a atenção dos portugueses. 

No dia de estreia, 31 de Outubro, a nova novela da SIC atingiu uma audiência média de 5,9% e de 24,1% de share parecendo não cativar entusiasticamente os telespetadores. Ao longo da semana, esta mostrou ser uma aposta não conseguida por parte da SIC, tendo em conta a descida de audiências relativamente ao dia de estreia e aos resultados bombásticos alcançados pela concorrência. 

Conseguirá, na próxima semana, Insensato Coração conquistar os corações dos portugueses? Afinal, e mesmo com o final de Araguaia à vista, será que esta nova novela da autoria da Globo conseguirá ficar na memória dos portugueses, ainda por mais com um português no elenco?  Trará a participação de Ricardo Pereira nesta produção mais telespetadores ao horário das 23h30 de Carnaxide?

Por enquanto a resposta parece ser negativa.

TVI

Desde o final do verão que a série da estação de Queluz de Baixo era a rainha das tardes. No entanto, e com o tempo mais frio a regressar ao quotidiano dos telespetadores, a verdade é que Fernando Mendes passou a ser a solução para aquecer o frio que já se sente nos diferentes lares. Assim, O Preço Certo já vence Morangos com Açúcar, entrando diretamente no top dos cinco programas mais vistos do dia.

Com ele, Portugal em Direto e Dina Aguiar parecem ter regressado em força, depois de uma pausa prolongada no terceiro lugar. Por exemplo, na quinta-feira o noticiário regional da estação pública subiu aos 7,2% de audiência média e 27,3% de share, e o concurso conduzido por Fernando Mendes registou 10,8% de rating e 31% de share. Nesse dia, os Morangos não foram além dos 8,1% de rating e Morde & Assopra dos 6,3%.

É, desta forma, curiosa, a realidade verificada. Aconteça o que acontecer, a liderança do final de tarde no outono  e inverno irá pertencer à RTP1. Nada é certo, é verdade, mas há vários anos que tais resultados são registados. Quem ganha é, obviamente, a estação pública, que volta a deter o primeiro lugar nas audiências de um dos mais fortes horários da televisão portuguesa.

Veremos até quando estes valores irão ser obtidos.

Número da semana

11,5%

Foi o resultado alcançado pela partida para a Liga Europa entre o Braga e o Maribor, na passada quinta-feira. O jogo foi o quarto programa mais visto do dia, tendo atingido um share de 25,9%

Até para a semana!

  • Paulo

    Não é Jorge Palma mas sim Rui Reininho. Cuidado com as prcipitações…

    • Anónimo

      Corrigido. Obrigado 😉

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close