Audimetria Semanal

Audimetria Semanal – 28ª Edição

alt
Estão a chegar às trinta, as edições da rubrica de audiências do TV Universo. Por enquanto, fique com a vigésima oitava edição da Audimetria Semanal!

A estreia de… Secret Story
alt

O novo reality-show da TVI estreou em grande! A Casa dos Segredos contou com os portugueses no domingo passado. 15,1% de rating e 48,5% de share, foi este o resultado do novo sucesso de Queluz de Baixo. A TVI fechou o dia com 29,4% de share, a três pontos de Carnaxide e a cerca de dez da estação pública. O programa especial de Ídolos acabou por não iludir os telespectadores e baixou para 9,7% de audiência média e 27,1% de share, o pior resultado desde a estreia.
Júlia Pinheiro, Pedro Granger, Leonor Poeiras e, mais importante, os concorrentes de Secret Story, não deixaram ninguém indiferente. Os gémeos, o casal de namorados que tinha de se fingir que não se conhecia, o pastor que se assemelha a Zé Maria, chegaram para criar curiosidade em tudo e todos. As critícias ao programa são óbvias e dignas. Porém, a expectativa criada em torno de todos os segredos chegaram para a segunda estação privada em Portugal saborear novamente os tempos áureos de Big Brother.

Salto Alto – Laços de Sangue
 

alt

A novela da estação de Carnaxide, em exibição há cerca de um mês, atingiu na última segunda-feira, dia 4 de Outubro, o seu melhor resultado. Não obstante o facto de a TVI ter transmitido futebol, o episódio especial de Laços de Sangue alcançou 11% de audiência média e 31,3% de share.
A produção da SIC, em parceria com a TV Globo, tem uma boa história, boas personagens, tal como já referi numa edição da rubrica Falar Televisão. Acompanho-a sempre que posso, e acredito que nos próximos capítulos a novela possa crescer em termos de resultados. Apesar de a audiência de segunda-feira ter sido esporádica, uma vez que devido ao futebol as mulheres que costumam ver a TVI aquela hora se mudaram para Carnaxide, é um bom preságio para o terceiro canal. Penso que Laços de Sangue conseguirá chegar aos valores dos últimos episódios de Perfeito Coração, e aproximar-se das novelas da estação de Queluz de Baixo. Mesmo sabendo que, na área da ficção, a SIC ainda está no início da maratona em comparação com a corrida da TVI, esta novela tem provado que o terceiro canal está a ir no bom caminho.

Os resultados, com o tempo, irão de certeza crescer.
A Mina – Portugal em Directo

alt

É curioso verificar que o programa informativo da RTP1, transmitido das 18:00 às 19:00, de segunda a sexta-feira, continua com baixos resultados. Desde o início do Verão que Portugal em Directo sofreu um tombo nas audiências e, mesmo em Outubro, a situação não se está a inverter.
Na última quarta-feira, 6 de Outubro, o programa não foi além dos 3,1% de rating e 19,3% de share. Um resultado muito baixo, que pode ser justificado com a nova concorrência de Agora É Que Conta e com a boa perfomance de Caras & Bocas. Apesar de Fátima Lopes agarrar uma boa parte do público que está a ver televisão generalista entre as 17:00 e as 18:30, tal facto não é justificação total para os baixos resultados de Portugal em Directo. Afinal, o concurso da TVI apenas coincide em meia hora com o noticiário da RTP.
Estará o programa de Dina Aguiar a necessitar de uma remodelação? Ou a estação pública preferirá arrastar os directos de Portugal para ver o rumo do noticiário?

 
MMV – Minuto Mais Visto da Semana

alt

A estreia de Secret Story conseguiu alcançar o Minuto Mais Visto da Semana. O reality-show da TVI alcançou, no dia 3 de Outubro, às 22:52, 21,7% de audiência e 61,7% de share. Em milhões, mais de dois acompanhavam a estação de Queluz de Baixo aquela hora.
Em segundo lugar neste campeonato ficou a RTP1. A partida entre o Sporting de Braga e o S. Donetsky transmitida no dia 28 de Setembro, chegou aos 16,9% de rating.
Porque No Te Callas Luís Marques?

alt

O director-geral da SIC deu, esta semana, uma entrevista à TV Guia. Para variar, Luís Marques, seguindo o caminho de outros profissionais ligados à televisão, comentou o maior orçamento da estação pública em relação à SIC e TVI.

Questiono por isso Luís Marques, assim como Nuno Santos, ou tantos outros: se consideram que a RTP1 tem a vida mais facilitada que a concorrência, por ser do Estado, então porque não se demonstraram revoltados com esse facto quando faziam parte da equipa da da estação? Obviamente que não fica bem criticar o canal pelo qual damos a cara. Porém, não é muito melhor falar da situação da estação pública quando não só já não se trabalha para ela, como também pelo comentário ser feito como uma resposta à situação financeira da SIC ou TVI.
É preciso ter cuidado.
Uma pergunta a… Sílvia Alberto

alt

Foi esta semana que a apresentadora se pronunciou sobre os dois talent-show que marcaram a sua vida. Quase a estrear a quarta temporada de Operação Triunfo, Sílvia Alberto terá de batalhar contra Ídolos. Apesar de, até ver, os dois concursos serem exibidos em dias diferentes, questiono a cara da RTP1 sobre qual o que escolheria ver se ambos fosssem para o ar ao mesmo tempo. O que será mais forte: o amor a uma estação, ou a experiência de uma vida na concorrência?
Até para a semana!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close