Audimetria Semanal

Audimetria Semanal – 27ª Edição

alt

Boa noite. Seja bem-vindo à vigésima sétima edição da rubrica de audiências do Televisão-Opinião/TV Universo: Audimetria Semanal.
A semana de… Praça da Alegria
 

alt

O talk-show da RTP1 regressou em força! Apesar de Você na TV! ter dado luta, a Praça da Alegria demonstrou que, apesar dos quinze anos, as manhãs da estação pública continuam a ser apelativas para os portugueses. Com um rating médio de 3,1% e um share superior a 30 pontos, o programa apresentado por Jorge Gabriel e Sónia Araújo surpreendeu. Quem ficou mais longe foi Companhia das Manhãs, que não arranca nem com todas as contratações que foram efectuadas. Rita Ferro Rodrigues bem tenta puxar pelo público, mas a sua licença de maternidade está para muito breve e, cá para mim, duvido que Francisco Menezes consiga aguentar com o barco. Com a concorrência do terceiro canal mais fraca, tanto a Praça como o Você têm o caminho mais facilitado. Por isso, nesta primeira semana de confronto, posso afirmar que duelo foi ganho pelo talk-show matinal da RTP1. Será que se manterá nesta posição nos próximos oito dias?

Na Mó de Cima – Entre Vidas

alt

Não é por ser uma série que não merece destaque nesta rubrica. Entre Vidas, produção norte-americana que é transmitida aos sábados à tarde, após o E-Especial, tem conseguido captar a atenção dos telespectadores da SIC. Semanamente, a série tem obtido bons resultados, contribuíndo de forma positiva para o share diário da estação de Carnaxide. Por exemplo, no último sábado, os dois episódios transmitidos alcançaram 5% de rating/31,7% de share e 4,4% de rating/29,2% de share. Sabendo que nesse dia, o canal de Pinto Balsemão se ficou pelos 22 pontos, percebemos que Entre Vidas foi dos conteúdos transmitidos que mais contribuíram para que o canal subisse nas audiências. No entanto, tal como é possível compreender, dois episódios de uma produção que ocupam duas horas de programação, não conseguem salvar a média de um share diário. Sim, ajudam. Porém, não chegam.

A Mina – Lado B

 alt

O regresso de Bruno Nogueira aos ecrãs da estação pública não correu bem. O início da segunda temporada de Lado B acabou por ficar na casa dos 8% de share, fora dos dez programas mais vistos da RTP1. Conseguiu por isso contribuir para o fraco resultado do primeiro canal do último domingo – 18,7% de share. Esperava mais para o programa de Nogeira, sabendo que este constituí uma excelente alternativa para os episódios das novelas das estações de Queluz de Baixo e de Carnaxide. No entanto, não foi isso que aconteceu. Aponto como principal causa a baixa promoção de Lado B e Herman 2010. Sim, o regresso de Herman José também não correu bem ao canal do Estado. Olhando para os quadros de audiências, percebemos que o programa do famoso humorísta português não consta entre os dez mais vistos do dia 26 de Setembro.

Seria bastante prudente, por parte de José Fragoso, ter desenvolvido uma boa campanha a anunciar as estreias de Herman 2010 e Lado B. Infelizmente isso não foi feito, e os resultados ficaram à vista de todos. Foi pena…

MMV – Minuto Mais Visto da Semana
alt

Esta semana, o Minuto Mais Visto pertenceu à RTP1. O episódio de Espiríto Indomável alcançou, às 22:19, do dia 24 de Setembro, 18,3% de audiência média e 47,4% de share.

Em segundo lugar ficou Jornal da Noite, da SIC. No dia 20 do mês passado, o noticiário da estação de Carnaxide conseguiu atingir os 13,7% de rating às 20:45.

Porque No Te Callas Nuno Santos?

alt

Foi há pouco tempo que Nuno Santos, director de programas da SIC, afirmou que a concorrência estava receosa com as novas apostas da estação de Carnaxide. Com Ídolos no primeiro lugar do top de audiências de domingo, o marido de Andreia Vale não previa que o novo concurso da TVI estreasse no próximo dia 3 de Outubro. Caso contrário, seria impensável transmitir mais de duas horas de “cromos” no último domingo. Se Nuno Santos não receasse o possível fenómeno que A Casa dos Segredos se pode tornar, então não teriam sido emitidos dois episódios do talent-show da SIC. Palavras para quê? Penso que a opção do director de programas do terceiro canal apenas desgasta o programa. No entanto, cada um sabe o que faz e o que diz. Por Que No Te Callas Nuno Santos?

Uma pergunta a… André Cerqueira

 alt
Não entendi as declarações do director de programas da estação de Queluz de Baixo em relação ao novo programa de Teresa Guilherme. Segundo ele, a nova justiceira de Queluz de Baixo vai criar polémica na TVI 24. No entanto, questiono eu, o canal de notícias da Media Capital não deveria sobressaír-se pela imparcialidade, pela forma como trabalho a notícia, pelo modo que informa? Se sim, para quê querer lançar polémica no TVI 24? Fará sentido este condimento fazer parte de um canal deste género? Custa-me a acreditar que sim.

 

Até para a semana!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close